sicnot

Perfil

Mundo

Facebook, Google e WhatsApp reforçam segurança de dados

Na sequência da batalha judicial em que a Apple se viu envolvida para revelar dados privados, outras empresas de tecnologias informáticas como o Facebook, a Google e o Snapchat decidiram reforçar a encriptação dos dados dos seus clientes.

Reuters

De acordo com o The Guardian, o WhatsApp (que pertence ao Facebook) vai reforçar a encriptação das chamadas de voz tal como já acontece com as mensagens escritas, um serviço que tem cerca de mil milhões de utilizadores por mês. O próprio Messenger do Facebook também deverá ter uma maior encriptação de dados.

O Snapchat também vai melhorar a segurança deste serviço de mensagens enquanto a Google está a explorar onde mais poderá utilizar o método de ecriptação que já tem no correio eletrónico.

A Apple - que terá de comparecer perante o tribunal federal da Califórnia a 22 de março - está a ser forçada pelo FBI a desbloquear e aceder ao conteúdo de um iPhone pertencente ao autor do tiroteio em San Bernardino, na Califórnia, em dezembro passado, que fez 14 mortos.

A Apple argumenta que cooperar com a investigação, abrindo uma exceção à proteção de dados dos telemóveis que produz, vai minar a privacidade e a segurança dos seus aparelhos, enquanto o Governo norte-americano contrapõe que se trata de um pedido isolado, que ajudará numa investigação importante.

  • Debate quinzenal com o primeiro-ministro

    País

    A situação económica e financeira foi o tema escolhido pelo Governo, mas a polémica da descida da Taxa Social Única dominará certamente a discussão na Assembleia da República. Veja aqui em direto e participe no Minuto a Minuto Parlamento Global/SIC.

    Direto

  • MIT quer humanos a ajudar máquinas a decidir (quem morre)

    Mundo

    A "Máquina Moral" é uma plataforma online que recolhe a perspetiva humana em decisões que terão de ser tomadas por uma máquina. Por exemplo, quando um carro sem condutor se depara com o dilema do mal menor: em quem acertar - para evitar outros - num acidente de viação.

  • Daesh transforma drones em bombardeiros 

    Daesh

    As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.