sicnot

Perfil

Mundo

Presidente da Venezuela acusa Barack Obama de ter obsessão contra si

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acusou hoje o seu homólogo norte-americano Barack Obama de ter "uma obsessão" contra si por recomendar aos venezuelanos "a eleição, quanto antes, de um Governo legítimo".

© Carlos Garcia Rawlins / Reute

"Quando li essa declaração não acreditei. A primeira vez que (Barack Obama) diz que há que mudar o Governo. Quem és, Obama para opinar sobre a Venezuela? Ocupa-te do teu país que está bem mal", disse.

Nicolás Maduro falava em Caracas, durante uma entrevista ao canal multi-estatal de televisão Telesul e comparou Obama ao seu antecessor, o republicano George W. Bush, e as suas "velhas obsessões" contra a Venezuela.

O Presidente venezuelano considerou que Barack Obama está desesperado e lamentou que pretenda "passar à história como uma mancha contra a Venezuela", alimentando "a loucura" da oposição venezuelana, que pretende afastar Maduro do poder ainda este ano.

Barack Obama manifestou-se na segunda-feira preocupado como a crise económica na Venezuela e recomendou a eleição, o quanto antes, de um Governo legítimo.

"Francamente, estamos preocupados com o estado da economia [da Venezuela]", disse numa entrevista concedida ao canal de televisão CNN em espanhol, durante a qual vincou que "os Estados Unidos não têm nenhum interesse em ver a Venezuela fracassar" e que as economias dos países do continente americano estão todas interligadas.

"Se a Venezuela fracassar, isso poderá ter um impacto [negativo] nas economias da Colômbia, da América Central, ou do México e isso, por sua vez, poderá afetar a economia norte-americana", disse.

O Presidente norte-americano frisou ainda que os Estados Unidos querem "que o povo venezuelano tenha sucesso", precisando, no entanto, que será "mais difícil" se os venezuelanos "não solucionarem alguns dos problemas de governabilidade que os afetam há bastante tempo".

"Assim que o povo venezuelano puder eleger um Governo em que confie, que seja legítimo e que possa começar a implementar políticas económicas que o tirem da espiral em que se encontra, melhor será para todos nós", frisou.

Lusa

  • Pablo Bravo: o chileno suspeito de um assalto milionário em Gaia
    6:01

    País

    As autoridades receiam um aumento da violência nos assaltos de redes sul-americanas em Portugal, à semelhança do que tem acontecido noutros países europeus. Pablo Bravo é um chileno com um longo cadastro criminal que, em Portugal, é suspeito de um assalto milionário a um hipermercado, em Gaia e, dias depois, foi detido em flagrante, em Paris, a tentar roubar uma loja de relógios de luxo.

    Notícia SIC

  • Obras para as novas instalações da SIC já começaram
    1:54

    País

    As obras do novo estúdio da SIC e SIC Notícias vão começar. A ampliação do edifício do grupo Impresa vai unir os funcionários do grupo num único espaço, com uma área de 750 metros. O Presidente da Câmara de Oeiras entregou esta terça-feira a licença de obra.

  • Cada vez mais pessoas viajam no Carnaval e Páscoa
    3:08

    Economia

    A procura de viagens na altura do Carnaval e Páscosa tem vindo a aumentar e vários destinos já estão esgotados já que muitas pessoas optam por tirar dias de férias nesta altura do ano. Em contagem decrescente, as agências de viagens não têm tido mãos a medir com promoções e ofertas para destinos variados e adequados a várias bolsas.

  • Jovem indiano acorda a caminho do próprio funeral

    Mundo

    Um jovem indiano chocou os seus parente e amigos, depois de acordar no caminho para o seu próprio funeral. No mês antes, Kumar Marewad foi levado para o hospital após ser mordido por um cão de rua, ficando em estado grave.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.

  • Pulseira deixa sentir os movimentos do bebé ainda na barriga da mãe

    Mundo

    A pulseira Fibo permite que os futuros pais (ou mães) consigam sentir os seus filhos a dar pontapés ainda na barriga da mãe. Desenvolvida por um designer de joias da Dinamarca, a pulseira vai transmitir os movimentos do bebé no útero, de modo a que os pais possam partilhar essa experiência da gravidez.