sicnot

Perfil

Mundo

Sismo de magnitude 5,6 no mar de Alborão entre Marrocos e Espanha

Um sismo de magnitude 5,6 na escala de Richter foi registado, esta madrugada, no mar de Alborán, a 63 quilómetros da localidade marroquina de Alhucemas e a 79 da cidade autónoma espanhola de Melilla, informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS).

O sismo ocorreu a 63 quilómetros da localidade marroquina de Alhucemas e a 79 da cidade autónoma espanhola de Melilla.

O sismo ocorreu a 63 quilómetros da localidade marroquina de Alhucemas e a 79 da cidade autónoma espanhola de Melilla.

Google Maps

O sismo ocorreu a uma profundidade de dez quilómetros, e a uma distância de 65 quilómetros de Tirhanimine e a 162 quilómetros de Gibraltar, segundo o USGS, que monitoriza a atividade sísmica mundial.

Desconhece-se de momento registos de vítimas ou danos materiais.

Nas últimas semanas têm-se registado vários sismos no mar de Alborão. O mais importante, com uma magnitude de 6,3, ocorreu a 25 de janeiro e afetou especialmente Melilla, provocando 26 feridos ligeiros e danos materiais avaliados em 12 milhões de euros.

Lusa

  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John Mccain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "É muito importante ceder à tentação de se abolir a liberdade"
    1:06