sicnot

Perfil

Mundo

EUA apelam à Coreia do Norte para que perdoe estudante condenado 15 anos de trabalhos forçados

Os Estados Unidos apelaram hoje à Coreia do Norte para que perdoe o estudante norte-americano condenado pela justiça norte-coreana a 15 anos de trabalhos forçados por atividades subversivas.

© KYODO Kyodo / Reuters

"Instamos fortemente o governo norte-coreano a perdoar [o estudante] (...) e a conceder uma libertação imediata", declarou Josh Earnest, porta-voz da administração norte-americana.

"É cada vez mais claro que o governo norte-coreano usa estes cidadãos norte-americanos como peões com motivações puramente políticas", acrescentou o porta-voz da Casa Branca, recordando que o Departamento de Estado norte-americano recomendou aos cidadãos dos Estados Unidos para não realizarem viagens à Coreia do Norte.

Otto Frederick Warmbier, um estudante de 21 anos da Universidade da Virgínia, foi condenado pelo Supremo Tribunal norte-coreano a 15 anos de trabalhos forçados por tentar roubar um cartaz de propaganda política de um hotel onde estava hospedado em Pyongyang.

O cartaz estava numa área reservada para funcionários do hotel.

O estudante, que integrava uma viagem organizada, reconheceu publicamente o seu "delito", numa confissão descrita como podendo ter sido forçada pelas autoridades norte-coreanas.

O jovem foi detido em janeiro quando estava a sair do território norte-coreano.

"Os motivos pelos quais ele foi detido e preso não resultariam numa interpelação nos Estados Unidos ou na maioria dos países do mundo", sublinhou o porta-voz da administração norte-americana.

Os Estados Unidos não têm relações diplomáticas com a Coreia do Norte.

Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.