sicnot

Perfil

Mundo

EUA apelam à Coreia do Norte para que perdoe estudante condenado 15 anos de trabalhos forçados

Os Estados Unidos apelaram hoje à Coreia do Norte para que perdoe o estudante norte-americano condenado pela justiça norte-coreana a 15 anos de trabalhos forçados por atividades subversivas.

© KYODO Kyodo / Reuters

"Instamos fortemente o governo norte-coreano a perdoar [o estudante] (...) e a conceder uma libertação imediata", declarou Josh Earnest, porta-voz da administração norte-americana.

"É cada vez mais claro que o governo norte-coreano usa estes cidadãos norte-americanos como peões com motivações puramente políticas", acrescentou o porta-voz da Casa Branca, recordando que o Departamento de Estado norte-americano recomendou aos cidadãos dos Estados Unidos para não realizarem viagens à Coreia do Norte.

Otto Frederick Warmbier, um estudante de 21 anos da Universidade da Virgínia, foi condenado pelo Supremo Tribunal norte-coreano a 15 anos de trabalhos forçados por tentar roubar um cartaz de propaganda política de um hotel onde estava hospedado em Pyongyang.

O cartaz estava numa área reservada para funcionários do hotel.

O estudante, que integrava uma viagem organizada, reconheceu publicamente o seu "delito", numa confissão descrita como podendo ter sido forçada pelas autoridades norte-coreanas.

O jovem foi detido em janeiro quando estava a sair do território norte-coreano.

"Os motivos pelos quais ele foi detido e preso não resultariam numa interpelação nos Estados Unidos ou na maioria dos países do mundo", sublinhou o porta-voz da administração norte-americana.

Os Estados Unidos não têm relações diplomáticas com a Coreia do Norte.

Lusa

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.