sicnot

Perfil

Mundo

Estudante dos EUA condenado a 15 anos de trabalho forçado na Coreia do Norte

Um estudante norte-americano foi hoje condenado a 15 anos de trabalhos forçados na Coreia do Norte por tentar roubar um cartaz de propaganda política de um hotel onde estava hospedado em Pyongyang, informou a agência japonesa Kyodo.

© KYODO Kyodo / Reuters

Otto Frederick Warmbier, estudante de 21 anos da Universidade da Virgínia, foi condenado pelo Tribunal Supremo norte-coreano depois de ter reconhecido publicamente o seu "delito", numa confissão descrita como podendo ter sido forçada pelas autoridades norte-coreanas.

Warmbier, que foi preso no início de janeiro quando tentava abandonar o país, disse mais tarde que tinha removido o cartaz político de uma área reservada ao pessoal no hotel de Pyongyang, que estava a ser usado pela excursão na qual estava integrado.

A Coreia do Norte utilizou noutras ocasiões as detenções de norte-americanos para iniciar negociações com Washington, já que ambos os países não mantêm relações diplomáticas, escreve a agência EFE.

Lusa

  • Rui Santos revela novos e-mails que envolvem o Benfica
    1:52

    Desporto

    No programa da SIC Notícias Tempo Extra, Rui Santos revelou esta terça-feira que um blogue associado ao Benfica partilhou informação privilegiada da APAF (Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol) com várias figuras do clube da Luz.

  • O último adeus às vítimas da tragédia de Vila Nova da Rainha
    1:37

    País

    As cerimónias fúnebres das oito vítimas mortais do incêndio na Associação de Vila Nova da Rainha realizaram-se esta terça-feira. Três delas ocorreram em simultâneo na povoação do concelho de Tondela que, no passado sábado, viu a tragédia bater-lhe à porta.

  • Fóssil humano mais antigo encontrado em Portugal entregue ao Museu de Arqueologia
    3:42

    País

    O mais antigo fóssil humano até hoje encontrado em Portugal, o "Crânio da Aroeira", foi entregue no Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa. Em 2014, o fóssil foi encontrado pela equipa do arqueólogo João Zilhão perto de Torres Novas e foi restaurado e estudado na Universidade Complutense de Madrid, durante dois anos e meio.

  • De "lambe rabos" a "labrego", a polémica entre Rodolfo Reis e Bruno de Carvalho
    1:30
  • O Futuro Hoje na maior feira eletrónica de consumo do mundo
    5:14