sicnot

Perfil

Mundo

Lula anuncia hoje se aceita ou não ser ministro

O antigo Presidente do Brasil Lula da Silva ainda está a ponderar se assume o cargo de ministro no governo de Dilma Rousseff. Caso aceite a nomeação, Lula terá proteção legal no processo Lava Jato.

Andre Penner

De acordo com a imprensa brasileira, o ex-presidente saiu de uma reunião com Dilma com vontade de aceitar o cargo e garantiu que vai anunciar a decisão esta manhã.

Dilma apelou ao ex-presidente que aceitasse o convite para a apoiar a enfrentar a atual crise do governo.

Caso aceite a nomeação, Lula da Silva terá proteção legal numa altura em que se vê envolvido no processo Lava Jato.

O Ministério Público de São Paulo pediu mesmo a prisão do antigo Presidente brasileiro acusado de lavagem de dinheiro, através da alegada ocultação de património, e de falsidade ideológica.

Por outro lado, Lula da Silva é visto como peça chave para impedir a impugnação do Governo no Congresso Nacional. Dada a influência que tem, Lula poderia reaproximar os aliados que se afastaram de Dilma Rousseff.

  • A fuga dos PIDES
    1:16

    Perdidos e Achados

    Ao final do dia 29 de Junho de 1975, 89 agentes da PIDE fugiam da cadeia de Vale de Judeus, em Alcoentre. Mais de 40 anos depois, Perdidos e Achados recupera um dos acontecimentos do Verão Quente em Portugal. Hoje no Jornal da Noite e conteúdos exclusivos no site.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa

  • Casa Madonna di Fatima em Roma é um lar de idosos com 9 irmãs portuguesas
    4:29

    Mundo

    A mais antiga igreja dedicada à Senhora de Fátima em Roma tem mais de 50 anos. Foi construída pelas franciscanas hospitaleiras do Imaculado Coração, uma congregação fundada em Portugal. Hoje, as religiosas portuguesas gerem um lar na mesma rua, mas o templo foi entregue a uma congregação italiana.