sicnot

Perfil

Mundo

Trump antevê tumultos se não for nomeado pelo Partido Republicano

O multibilionário norte-americano e favorito à nomeação presidencial republicana Donald Trump afirmou hoje que poderão ocorrer tumultos nos Estados Unidos caso o Partido Republicano decidir indigitar outro candidato para as eleições presidenciais de novembro.

© Brian Snyder / Reuters


Após as primárias realizadas na terça-feira -- que ocorreram em cinco grandes estados (Florida, Illinois, Missouri, Carolina do Norte e Ohio) -- Trump já conseguiu angariar até à data cerca de 640 delegados, ou seja, mais de metade dos 1237 delegados necessários para conseguir a nomeação na convenção nacional republicana, agendada para julho em Cleveland (Ohio).

"Acho que teremos tumultos. Acho que teremos tumultos, represento um enorme número (...) de milhões de pessoas", declarou o magnata, defendendo que a sua candidatura deve obter a nomeação republicana, mesmo que faltem alguns delegados para atingir a maioria.

Trump lidera neste momento a corrida republicana para a nomeação presidencial, mas o seu estilo exuberante e as suas declarações polémicas, nomeadamente sobre os imigrantes ilegais ou sobre os muçulmanos, estão a perturbar o aparelho do Partido Republicano norte-americano, com alguns nomes a sugerirem cenários alternativos e, desta forma, evitarem a eventual nomeação do multibilionário.

Os incidentes em vários comícios do magnata, com o registo de confrontos violentos entre os apoiantes de Trump e manifestantes, e o próprio discurso do candidato perante tais factos, muitas vezes interpretado como uma incitação à violência, também estão a colocar os republicanos numa posição desconfortável.

Nas primárias de terça-feira, em que Trump triunfou na Florida mas perdeu no Ohio a favor do governador deste estado John Kasich, surgiu um plano de cenários complexos que permitiria ao aparelho do Partido Republicano preferir um candidato com menos delegados, mas potencialmente mais capaz de derrotar o candidato presidencial democrata.

Por enquanto, as sondagens nacionais mostram que Trump seria derrotado pelo futuro candidato democrata - Hillary Clinton ou Bernie Sanders - nas eleições presidenciais de 08 de novembro, que vão eleger o novo inquilino da Casa Branca para os próximos quatro anos.

Lusa

  • Ministro garante segurança nas escolas com uso de poliuretano
    0:52

    País

    O ministro da Educação garante que as escolas estão em segurança e que não há perigo com um material como o poliuretano. Tiago Brandão Rodrigues respondia, esta quarta-feira, a uma pergunta dos Verdes sobre a substituição de amianto nas escolas.

  • Estoril garante que estrutura da bancada não está em causa
    2:23

    Desporto

    O Laboratório Nacional de Engenharia Civil deverá emitir esta quinta-feira um parecer preliminar sobre a bancada norte do estádio do Estoril-Praia. O clube garante que a estrutura não está em causa e que, tal como a câmara de Cascais, aguarda por conclusões para uma edificação feita no vale da Amoreira.

  • "Quem me dera que a bancada do Estoril fosse com o c......"

    Desporto

    Depois da polémica no jogo entre Estoril-Praia e FC Porto, um cântico polémico da claque do Sporting sobre a bancada do estádio António Coimbra da Mota que obrigou à interrupção do jogo da passada segunda-feira. Tudo aconteceu durante um jogo do campeonato de hóquei em patins entre leões e dragões.

  • Ronaldo estará mesmo de saída do Real Madrid
    2:01
  • Várias alternativas para vender a sua casa
    8:58
  • Encontradas 86 pedras preciosas numa casa em Albufeira
    0:48
  • Registada em vídeo explosão de meteoro nos EUA
    0:42
  • "A Rússia não nos ajuda nada na Coreia do Norte"

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, condenou esta quarta-feira a postura da Rússia sobre a situação da Coreia do Norte, afirmando que o país está a minar os esforços internacionais em curso para isolar o regime de Kim Jong-Un.

  • Polícia descobre arte de esconder 750 quilos de droga em ananases
    2:25
  • Moscovo só teve seis minutos de luz solar em dezembro

    Mundo

    Os portugueses estão tão habituados ao sol, que nunca imaginariam passar um mês inteiro sem ele. O fenómeno aconteceu na capital russa. Moscovo bateu o recorde em dezembro, quando passou o mês inteiro sem luz solar direta. As pessoas de Moscovo viram o sol apenas durante seis minutos e a espreitar timidamente por entre as nuvens.

  • A maior lua de Saturno tem nível do mar tal como a Terra

    Mundo

    Titã, a maior lua de Saturno, tem uma altura média da superfície do mar, tal como a Terra, revela um estudo divulgado esta quarta-feira, que se baseia em observações feitas pela sonda norte-americana Cassini, cuja missão terminou em setembro.