sicnot

Perfil

Mundo

Trump prevê motins se republicanos não o escolherem como candidato presidencial

O candidato à nomeação presidencial republicana Donald Trump previu hoje a ocorrência de "motins", se não for o escolhido pelo partido, perante o crescendo da oposição nas suas fileiras à sua escolha.

Donald Trump lidera as primárias entre os candidatos republicanos.

Donald Trump lidera as primárias entre os candidatos republicanos.

"Penso que vai haver motins. Eu represento um número enorme (...) milhões de pessoas", declarou o multimilionário à estação de televisão CNN, estimando que deveria ser investido mesmo se lhe faltarem alguns delegados para a maioria absoluta (1.237) requerida pelo regulamento do partido.

Os eleitores que votam Trump são "pessoas que nunca votaram, que não acreditam no sistema ou não gostam dos candidatos, etc." e "se você privar estas pessoas do seu direito de voto e lhes disser 'lamento, mas faltam-vos 100 votos', quando faltam 500 ao candidato seguinte, você vai ter problemas", argumentou Trump.

Donald Trump lidera largamente a corrida à investidura republicana, mas o seu populismo perturba no seio do partido, com alguns a evocarem cenários alternativos para o afastar, inclusive com a mudança da regra do jogo.

Lusa

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40
  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.