sicnot

Perfil

Mundo

EUA declaram Daesh responsável por genocídio de cristãos e xiitas

Os Estados Unidos declararam hoje o Daesh responsável por genocídio de cristãos, yazidis e outras minorias religiosas nos territórios que controla no Iraque e na Síria, como os muçulmanos xiitas.

(arquivo)

(arquivo)

"O Daesh é genocida por autoproclamação, por ideologia e por ação, no que afirma, no que acredita e no que faz", disse o chefe da diplomacia norte-americana, John Kerry, utilizando um dos nomes que designam o grupo jihadista.

"O Daesh também é responsável por crimes contra a humanidade contra os mesmos grupos", acrescentou.

A declaração do secretário de Estado confirma uma declaração aprovada pelo Congresso dos Estados Unidos para declarar como genocídio os assassínios de minorias religiosas perpetrados pelo grupo extremista, uma declaração que tem implicações legais internacionais.

Lusa

  • Cinco anos de guerra na Síria
    1:59

    Mundo

    A guerra na Síria começou há cinco anos. Já fez 270 mil mortos, um milhão de feridos e foi responsável pela maior crise migratória após a 2ª Guerra Mundial. O conflito começou em 2011 com a Primavera Árabe e a contestação a Bashar al-Assad. O país está dividido e é controlado pelo Daesh, pela Frente al-Nusra ligada à Al-Qaeda e pelos curdos. As tropas fiéis ao regime batem-se com os rebeldes que pretendem a queda do presidente do país. Cinco anos depois, Bashar al-Assad continua no poder, quase cinco milhões de pessoas fugiram e 450 mil pessoas vivem num país em ruínas.

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, ainda durante o mês de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano, vão ser contratados novos assistentes de bordo. Ainda assim, o sindicato diz que não chega.

  • "Facilitámos muito no lance do 5-1 e não pode ser"
    1:09

    Desporto

    No final do jogo, o treinador do Desportivo de Chaves, Luís Castro, admitiu o domínio completo do Sporting durante todo o encontro. Já Jorge Jesus deixou elogios a Daniel Podence, que foi aposta para este jogo. O treinador do Sporting ficou satisfeito com a exibição mas não gostou de sofrer o golo de honra da equipa flaviense.