sicnot

Perfil

Mundo

Ex-espião alemão condenado a 8 anos de prisão por alta traição

Um ex-agente dos serviços secretos alemães foi hoje condenado a oito anos de prisão por alta traição por ter colaborado com os Estados Unidos e a Rússia, noticiaram vários media alemães.

© Michael Dalder / Reuters

Markus Reichel, de 32 anos, foi também considerado culpado de violação do segredo das informações e corrupção pelo tribunal regional de Munique (sul), que decidiu uma pena inferior aos dez anos de prisão pedidos pelo ministério público.

Reichel admitiu ter entregado documentos à CIA por 95 mil euros. O ex-agente alemão também forneceu três documentos aos serviços de espionagem russos.

Admitido no BND (serviços de informações alemães) em dezembro de 2007, onde ganhava 1.200 euros líquidos por mês, Reichel transmitiu, entre maio de 2008 e meados de 2014, mais de 200 documentos à CIA. Em troca, o ex-agente recebeu pelo menos 95 mil euros, pagos na Áustria.

Os documentos vendidos à CIA incluiam informações sobre as atividades do BND e identidade de funcionários responsáveis pelos arquivos, serviço onde trabalhava.

Reichel foi também acusado de ter entregado, durante 2014, três documentos ao consulado russo de Munique para um serviço de informações russo.

A detenção a 02 de julho de 2014 decorreu quando foram divulgadas as escutas feitas pelos serviços secretos norte-americanos a um telemóvel da chanceler alemã, Angela Merkel. Pouco depois, Berlim expulsou o chefe da CIA na Alemanha.

Lusa

  • Queixas sobre comércio online dispararam em 2017

    Economia

    A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (Deco) recebeu 1.642 reclamações sobre compras feita pela internet em 2017, numa média de quatro queixas por dia, número que sobe para 8.538 no caso da rede social Portal da Queixa.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Mais de 60% dos jovens não usam preservativo
    1:42
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52