sicnot

Perfil

Mundo

Presidente Dilma notificada do início do seu processo de destituição

A presidente brasileira, Dilma Rousseff, foi notificada no final da tarde de hoje sobre a abertura do processo de destituição ('impeachment') de que é alvo Câmara dos Deputados do Brasil.

© Adriano Machado / Reuters

Como havia sido anunciado logo após a aprovação do nome dos elementos da comissão especial, a notificação do início do processo foi entregue no Palácio do Planalto pelo primeiro-secretário da Câmara dos Deputados, Beto Mansur, do Partido Social Democrático (PSD).

O deputado também entregou o texto na íntegra do pedido de 'impeachment' apresentado pelos juristas Hélio Bicudo e Miguel Reale Junior, que motivou o início do processo e a formação de uma comissão.

Na tarde de hoje, o congresso aprovou uma lista de 65 deputados federais indicados pelos líderes dos 24 partidos com assento parlamentar.

A comissão funcionará até um máximo de quinze sessões no plenário da Câmara. Destas, dez sessões serão destinadas à apresentação da defesa da Presidente Dilma e outras cinco para a votação do relatório dos parlamentares.

O pedido de destituição baseia-se na acusação de que a presidente brasileira realizou "pedaladas fiscais" ao autorizar adiantamentos de dinheiro realizados por instituições financeiras, a Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil, como manobras para mascarar, momentaneamente, as contas públicas.

Lusa

  • Os números das eleições francesas
    0:50

    Eleições França 2017

    Os resultados definitivos mostram que Emmanuel Macron obteve 24% dos votos, na primeira volta das eleições francesas. Ficou quase três pontos à frente de Marine Le Pen, que conseguiu 21,3%. Os números oficiais, publicados pelo Ministério do Interior, dão ainda conta da taxa de abstenção: 22,2%, um ligeiro aumento face à primeira volta das presidenciais de 2012.

  • ASAE encerra em média um restaurante por dia
    1:33
  • Grupo de brasileiros em assalto milionário no Paraguai
    1:24