sicnot

Perfil

Mundo

União Europeia condena ensaio balístico norte-coreano

A União Europeia (UE) condenou hoje o último ensaio balístico norte-coreano e pediu a Pyongyang que respeite as resoluções da ONU e evite criar tensões na região, refere um comunicado do Serviço europeu para a ação externa.

"O lançamento de mísseis balísticos pela Coreia do Norte é outra clara violação das distintas resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas, incluindo a última, adotada em 02 de março", denunciou a UE.

"Pedimos de novo à Coreia do Norte que evite as ações que aumentam as tensões na região e ameaçam a paz e a segurança internacional", adianta o comunicado, de acordo com a agência noticiosa Efe.

A UE reitera que Pyongyang deve cumprir "plena e rapidamente as suas obrigações internacionais, incluindo evitar qualquer lançamento que utilize tecnologia de mísseis balísticos e abandonar os seus programas de mísseis balísticos de forma completa, verificável e irreversível".

Bruxelas adverte ainda que vai continuar a "vigiar" os acontecimentos e coordenar com os seus parceiros a forma de "responder a estas violações das resoluções da ONU".

A Coreia do Norte lançou hoje um novo míssil balístico que percorreu cerca de 800 quilómetros até cair no mar, num novo aumento das recentes tensões entre as duas Coreias.

Os Estados Unidos, que reforçaram a sua presença militar na Coreia do Sul e promove com este país importantes manobras, pediram a Pyongyang após este último disparo que "se contenha" e evite ações que podem "aumentar as tensões na zona".

Lusa

  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Governo garante que programa de ajuda alimentar será executado em 2017
    2:56

    País

    O Governo não executou o programa europeu que, no ano passado, apoiou 400 mil portugueses e é acusado de ter desperdiçado este ano 28 milhões de euros em ajuda alimentar. O ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, Vieira da Silva, garante que o programa será executado em 2017 e que este ano serviu para tomar medidas no sentido dessa implementação.

  • Sol e calor teimam em ficar para o Natal
    1:50

    País

    Com o Natal à porta, o sol teima em ficar um pouco por todo o país. Até a norte as temperaturas estão altas para esta época do ano com o distrito do Porto a rondar os 18 graus.

  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47