sicnot

Perfil

Mundo

Ministro do Interior francês anuncia reforço do controlo fronteiriço

A França destacou forças suplementares para o controlo de fronteiras, anunciou hoje o ministro do Interior, considerando "extremamente elevado" o risco de ameaça após a detenção de um suspeito dos atentados de Paris.

© Charles Platiau / Reuters

Desde que o controlo fronteiriço foi reposto, na sequência dos atentados de 13 de novembro em Paris, "perto de 5 mil polícias" foram destacados para as fronteiras, afirmou Bernard Cazeneuve no canal de televisão TF1.

Essa medida permitiu controlar cerca de 6 milhões de pessoas e impedir a entrada de 10 mil em território francês, sublinhou.

O ministro disse ainda que hoje decidiu reforçar o controlo fronteiriço com mais forças, "tendo em conta a troca de informações com a Interpol".

Depois de Salah Abdeslam, suspeito dos atentados de Paris, ter sido capturado na sexta-feira em Bruxelas, a Interpol aconselhou os 190 países membros a uma vigilância de fronteiras reforçada devido à possibilidade de cúmplices tentarem fugir.

"Há muito a fazer" e o nível de ameaça "permanece extremamente elevado", disse o ministro do Interior francês, lembrando que as investigações continuam.

Lusa

  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Pescador resgatado de um lago gelado na Estónia
    1:08
  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.