sicnot

Perfil

Mundo

Ministro do Interior francês anuncia reforço do controlo fronteiriço

A França destacou forças suplementares para o controlo de fronteiras, anunciou hoje o ministro do Interior, considerando "extremamente elevado" o risco de ameaça após a detenção de um suspeito dos atentados de Paris.

© Charles Platiau / Reuters

Desde que o controlo fronteiriço foi reposto, na sequência dos atentados de 13 de novembro em Paris, "perto de 5 mil polícias" foram destacados para as fronteiras, afirmou Bernard Cazeneuve no canal de televisão TF1.

Essa medida permitiu controlar cerca de 6 milhões de pessoas e impedir a entrada de 10 mil em território francês, sublinhou.

O ministro disse ainda que hoje decidiu reforçar o controlo fronteiriço com mais forças, "tendo em conta a troca de informações com a Interpol".

Depois de Salah Abdeslam, suspeito dos atentados de Paris, ter sido capturado na sexta-feira em Bruxelas, a Interpol aconselhou os 190 países membros a uma vigilância de fronteiras reforçada devido à possibilidade de cúmplices tentarem fugir.

"Há muito a fazer" e o nível de ameaça "permanece extremamente elevado", disse o ministro do Interior francês, lembrando que as investigações continuam.

Lusa

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.