sicnot

Perfil

Mundo

Dezenas de dissidentes detidos em Cuba horas antes da chegada de Obama

A polícia de Cuba deteve dezenas de militantes do movimento dissidente Damas de Branco após o desfile que tentam realizar todos os domingos em Havana, horas antes do início da visita do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

© Alexandre Meneghini / Reuters

O movimento Damas de Branco foi criado por mulheres de opositores ao regime comunista.

Segundo a agência noticiosa France Presse, a polícia fez entrar em veículos policiais dezenas de militantes e simpatizantes junto à igreja em que costumam reunir-se em protesto ao domingo.

As detenções foram conhecidas quase à mesma hora em que Obama partiu da base aérea de Andrews, nos Estados Unidos, pouco depois das 17:30 TMG e Lisboa, para Cuba, onde realiza a partir de segunda-feira a primeira visita de um presidente norte-americano à ilha desde a revolução de 1959.

Lusa

  • Família perde tudo na aldeia de Queirã
    2:32
  • Temperaturas sobem no fim de semana, risco de incêndio aumenta
    1:08

    País

    A chuva que caiu nos últimos dias não deverá ter impactos relevantes na dominuição da seca e, por isso, o risco de incêndios vai voltar a aumentar com nova subida das temperaturas. Os termómetros podem chegar aos 30 graus entre domingo e quarta-feira.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão