sicnot

Perfil

Mundo

Dezenas de dissidentes detidos em Cuba horas antes da chegada de Obama

A polícia de Cuba deteve dezenas de militantes do movimento dissidente Damas de Branco após o desfile que tentam realizar todos os domingos em Havana, horas antes do início da visita do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

© Alexandre Meneghini / Reuters

O movimento Damas de Branco foi criado por mulheres de opositores ao regime comunista.

Segundo a agência noticiosa France Presse, a polícia fez entrar em veículos policiais dezenas de militantes e simpatizantes junto à igreja em que costumam reunir-se em protesto ao domingo.

As detenções foram conhecidas quase à mesma hora em que Obama partiu da base aérea de Andrews, nos Estados Unidos, pouco depois das 17:30 TMG e Lisboa, para Cuba, onde realiza a partir de segunda-feira a primeira visita de um presidente norte-americano à ilha desde a revolução de 1959.

Lusa

  • "O futuro da Autoeuropa não está em causa"
    0:43

    Economia

    O secretário de Estado do Trabalho apelou a que os partidos não se intrometam nas negociações entre os trabalhadores e a administração da Autoeuropa. Em entrevista à Edição da Noite da SIC Notícias, Miguel Cabrita afastou a hipótese de estar em causa o encerramento da fábrica de Palmela. 

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28