sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 14 mortos em acidente de autocarro em Espanha

Pelo menos 14 pessoas morreram na colisão entre um autocarro e um carro na estrada AP-7 no município de Freginals, Tarragona, em Espanha. Eram jovens universitários de Erasmus, de várias nacionalidades. "De momento não há indicação de vítimas portuguesas" , segundo o Cônsul-Geral de Portugal em Barcelona.

JAUME SELLART

JAUME SELLART

JAUME SELLART

JAUME SELLART

JAUME SELLART

O Cônsul-Geral de Portugal em Barcelona, Paulo Teles da Gama, afirmou hoje à agência Lusa que, "de momento", não há indicação por parte das autoridades da Catalunha da presença de portugueses no acidente de autocarro de Tarragona.

O autocarro acidentado em Freginals, pertencente a uma empresa de Mollet del Vallès (Barcelona), transportava 56 estudantes de Erasmus de diversas nacionalidades que regressavam de umas festas em Valência, segundo a EFE.

O acidente aconteceu às 6:00 da manhã locais, quando o autocarro da empresa Autocares Alejandro, qua circulava em sentido Barcelona, perdeu o controlo, atravessou o separador e ficou voltado no sentido sul, colidindo com outro veículo.

Um total de oito jovens, quatro em estado muito grave, que viajavam no autocarro deram entrada no hospital Verge de la Cinta de Tortosa (Tarragona).

De acordo com a empresa, o motorista do autocarro é um dos sobreviventes.

Os bombeiros estão a trabalhar com 17 equipas a resgatar as vítimas do interior dos veículos envolvidos, e o transportador terá um outro veículo para transportar as pessoas ilesas para um hotel em Tortosa (Tarragona).

O ministro do Interior catalão, Jordi Jané, também se deslocou para o local para acompanhar a situação de emergência.

"Estamos chocados. Sabemos que as vítimas são muito jovens e hoje é um dia muito triste", disse Josep Roncero, autarca de Freginals (Tarragona), uma povoação de escassos 400 habitantes, uma das primeiras pessoas a chegar ao local.

A Proteção Civil do Governo, em conjunto com as autoridades locais, está a disponibilizar espaços de atendimento aos ilesos, com ajuda psicológica.

A circulação na AP-7 está completamente cortada no sentido sul.

Esta colisão é um dos acidentes de trânsito mais graves que ocorreram em Espanha desde 2000, com envolvimento de um autocarro de passageiros.

O acidente com o maior número de mortes em Espanha foi a 06 de julho de 2000, quando um autocarro em que viajavam alunos catalães colidiu com um camião de transporte de gado na cidade de Soria Golmayo, provocando vinte mortos e treze feridos graves.

Última atualização às 11:45/Com Lusa

  • Braga perde com Shakhtar e fica fora dos 16 avos de final da Liga Europa
    3:16
  • Ronaldo não está preocupado com repercussões de eventual fuga fiscal
    1:30

    Football Leaks

    Cristiano Ronaldo diz que quem não deve não teme. O avançado português não se mostra preocupado com as notícias que revelam que o jogador não terá declarado os rendimentos da publicidade ao fisco espanhol. Fontes do Ministério das Finanças do país vizinho confirmaram ao jornal El Mundo que o português está a ser investigado há ano e meio.

  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalam-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.