sicnot

Perfil

Mundo

Apple diz que proteção dos dados dos seus clientes é "uma obrigação"

O patrão da Apple afirmou hoje que proteger os dados pessoais dos clientes é "uma obrigação", na véspera de uma audiência judicial muito aguardada, a propósito do braço de ferro entre o grupo e o governo dos EUA.

© Dado Ruvic / Reuters

"Não esperávamos estar nesta posição (...), mas estimamos que temos a obrigação de proteger os vossos dados e a vossa vida privada", declarou Tim Cook, à margem da apresentação de novos produtos na sede californiana do grupo, em Cupertino.

"É um assunto que nos afeta a todos, e não recuaremos perante as nossas responsabilidades", prometeu, confessando-se "reconhecido" por todas as mensagens de apoio recebidas de todo o país.

Ao fim de semanas de batalha, via imprensa e recursos apresentados, um juiz federal norte-americano tem de decidir na terça-feira sobre a validade do pedido dos investigadores federais, que exigem à Apple que desbloqueie o telefone encriptado de um dos autores do atentado de San Bernardino, que causou 14 mortos na Califórnia no início de dezembro.

O grupo recorreu aos tribunais para contestar a pretensão das autoridades, considera a situação perigosa para a segurança dos dados dos seus clientes.

Lusa

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalaram-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.