sicnot

Perfil

Mundo

Descoberta inédita de Tyrannosaurus rex grávida

Paleontólogos norte-americanos descobriram fósseis de uma fêmea Tyrannosaurus rex grávida. Uma rara descoberta dado que tem sido difícil determinar o género desta espécie carnívora de dinossauros através dos fósseis.

Mark Hallett/Universidade Carolina do Norte

Os investigadores da Universidade da Carolina do Norte e do Museu de Ciência Naturais conseguiram determinar que era uma fêmea pela análise a um fémur fossilizado de T. Rex. Encontraram osso medular, tecido que só se forma na fase de gestação, nomeadamente em aves, no período antes da colocação do ovo.

"Esta análise permite-nos determinar o género deste fóssil e abre uma janela para olharmos para a evolução da produção de ovos nos pássaros modernos", referiu a autora principal do estudo publicado na revista Nature, a paleontóloga Mary Schweitzer, em comunicado.

Esta fêmea T. Rex em particular habitava na região montanhosa que hoje em dia é o estado de Montana há 68 milhões de anos. Teria entre os 16 e os 20 anos de idade quando morreu e estava grávida.

Esta investigação abre assim novas possibilidades para determinar o sexo dos dinossauros. "Agora que podemos identificar um dinossauro como fêmea e que sabemos que as que estiveram grávidas têm uma marca química distintiva, precisamos de reunir esforços para descobrir mais", afirmou Lindsay Zanno, coautora do estudo.

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28