sicnot

Perfil

Mundo

Dissidentes cubanos detidos ontem começaram a ser libertados

Os dissidentes cubanos que foram detidos este domingo em Havana, após uma marcha do movimento Damas de Branco, começaram a ser libertados, disseram à Efe fontes do grupo.

No grupo dos dissidentes detidos ontem em Havana e libertados hoje está a líder das Damas de Branco, Berta Soler.

No grupo dos dissidentes detidos ontem em Havana e libertados hoje está a líder das Damas de Branco, Berta Soler.

© Enrique de la Osa / Reuters

Entre os libertados está a líder das Damas de Branco, Berta Soler, e o seu marido, antigo preso político, Ángel Moya, bem como o ativista Antonio González Rodiles, o artista de graffiti Danilo Maldonado "El Sexto" e o músico Gorki Águila.

Soler disse à Efe não poder determinar quantos dissidentes, dos cerca de 60 detidos na manhã de domingo, foram libertados, indicando que desconhece também a situação atual das mulheres do seu grupo que viajaram de províncias como Matanzas, Villa Clara, Guantánamo e Santiago de Cuba para assistir à marcha dominical, não sabendo se regressaram às suas localidades.

O grupo, criado por mulheres de opositores ao regime comunista, tentava realizar uma marcha, mas ao encontrar-se com uma contramanifestação de apoiantes do Governo acabou por ser alvo de detenções e conduzido com violência para unidades policiais.

As detenções de domingo aconteceram poucas horas antes da chegada a Havana do Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que na agenda da visita à ilha tem incluído um encontro com dissidentes.

Há 46 semanas consecutivas que a marcha de domingo das Damas de Branco acaba em detenções, segundo denunciou o grupo.

De acordo com o último relatório da Comissão Cubana de Direitos Humanos e Reconciliação Nacional, a única que contabiliza as detenções e outros atos de repressão na ilha, nos dois primeiros meses deste ano foram registadas pelo menos 2.555 detenções por motivos políticos.

Lusa

  • Obama em Havana
    2:08

    Mundo

    Momento histórico, hoje, em Cuba. Barack Obama e Raul Castro vão estar reunidos na primeira visita de um Presidente norte-americano à ilha em 88 anos. Obama chegou ontem a Havana onde já afirmou estar no país para criar novos laços políticos e comerciais.

  • Cuba prepara-se para receber Obama
    2:38

    Mundo

    Cuba está a preparar-se para a primeira visita de um Presidente norte-americano desde 1928. Barack Obama chega a Havana já na segunda-feira e os cubanos já aguardam a chegada com grande expectativa.

  • Avião cruza-se com drone a 900 metros de altitude
    2:01
  • Depois do Fogo
    23:30
  • "A culpa morre sozinha?"
    0:41

    Opinião

    Luís Marques Mendes não acredita que o Ministério Público não formule uma acusação de homicídio por negligência e que não haja demissões na sequência do incêndio de Pedrógão Grande. O comentador da SIC debateu o tema este domingo no Jornal da Noite da SIC.

    Luís Marques Mendes

  • Naufrágio na Colômbia registado em vídeo
    2:11
  • Pagar IMI a prestações e um Documento Único Automóvel mais pequeno

    País

    O programa Simplex + 2017 é apresentado hoje à tarde e recebeu mais de 250 propostas de cidadãos ao longo dos últimos meses. As novas medidas preveem o pagamento em prestações do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e a criação de um simulador de custos da Justiça, que devem estar em vigor no próximo ano.

  • O último adeus a Miguel Beleza

    País

    O velório do economista e ex-ministro das Finanças realiza-se esta segunda-feira na Igreja do Campo Grande, em Lisboa, a partir das 18h00.

  • Trump quebra tradição da Casa Branca com 20 anos

    Mundo

    Donald Trump decidiu não fazer um jantar de celebração pelo fim do Ramadão, o mês em que os muçulmanos cumprem jejum entre o nascer e o pôr do sol. O Presidente dos Estados Unidos quebrou a tradição da Casa Branca, pela primeira vez em 20 anos.