sicnot

Perfil

Mundo

Barack Obama preocupado com a crise política venezuelana

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, manifestou-se na segunda-feira preocupado com a crise política e económica venezuelana, considerando-a um "interesse" que deve ser partilhado por todos os países do continente americano.

© Ivan Alvarado / Reuters

"Apesar de que não discutimos amplamente sobre a Venezuela, sim abordamos esse tema. Toda a região está interessada nesse país o que responde às aspirações desse povo. Acredito que esse é um interesse que todos devemos partilhar", disse Obama em declarações transmitidas pelas televisões venezuelanas.

Barack Obama falava aos jornalistas em Havana, no âmbito daquela que foi a sua primeira deslocação oficial a Cuba, país onde o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, realizou na sexta-feira uma visita relâmpago, antecipando a visita do primeiro mandatário norte-americano.

Pouco antes de Barack Obama referir-se à situação em Caracas, o Presidente de Cuba, Raul Castro, manifestou também preocupação pela situação venezuelana, sublinhando que a crise naquele país poderá afetar todo o continente americano.

"Intercambiamos (Raul Castro e Barack Obama), ademais, sobre temas internacionais, em particular aqueles que poderiam afetar a paz e estabilidade regional. Estava especialmente previsto e não houve tempo para concluir, abordar a nossa preocupação pela situação de desestabilização que se tenta fomentar na Venezuela, o que é contraproducente para o ambiente no continente", disse.

A visita de Barack Obama a Cuba é vista com "bons olhos" pela oposição venezuelana, para quem a recomposição das relações bilaterais entre Havana e Washington terá repercussão política, na busca de "um câmbio democrático, constitucional e em paz" para a Venezuela.

Lusa

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efectivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21