sicnot

Perfil

Mundo

Candidato norte-americano Donald Trump defende vigilância

O pré-candidato republicano à Casa Branca Donald Trump afirmou hoje que os Estados Unidos devem estar alerta e "ser inteligentes" após os atentados de Bruxelas, que fizeram pelo menos 34 mortos e 187 feridos.

Candidato presidencial norte-americano, Donald Trump.

Candidato presidencial norte-americano, Donald Trump.

© Jim Bourg / Reuters

"Lembram-se todos de quão bonita e segura era Bruxelas? Já não é. É de um mundo diferente! Os EUA têm de estar vigilantes e inteligentes!", escreveu o magnata norte-americano na sua conta do Twitter.

Em declarações à cadeia NBC, o aspirante a candidato a presidente dos EUA classificou Bruxelas como "uma cidade desastre" onde falhou a assimilação e defendeu que os Estados Unidos deviam fechar as suas fronteiras "até se perceber o que se passa".

"A Bélgica já não é a Bélgica. A Bélgica não é a Bélgica que ambos conhecemos há 20 anos, que era uma das cidades [sic] mais bonitas e seguras do mundo", disse Trump.

"A Bélgica é um espetáculo de horrores agora. Estão a acontecer coisas terríveis. As pessoas estão a sair. As pessoas estão com medo. Tudo isto aconteceu porque, francamente, não há assimilação".

Questionado sobre o que diria ao povo americano imediatamente após um ataque terrorista, Trump afirmou: "Vamos ser muito vigilantes e duros. Não vamos permitir que isto aconteça ao nosso país".

"Se acontecer, vamos encontrar os responsáveis e eles vão sofrer muito".

À Fox News, Trump, que tem defendido a proibição da entrada de muçulmanos nos EUA, disse que hoje Bruxelas é "uma cidade desastre. Um desastre total".

Os atentados de hoje no aeroporto e no metro de Bruxelas fizeram pelo menos 34 mortos e 187 feridos, segundo um novo balanço provisório das autoridades.

Segundo dados divulgados pela ministra da Saúde belga, Maggie de Block, cerca das 14:00 locais (13:00 em Lisboa), 14 pessoas morreram nas duas explosões ocorridas no aeroporto e, segundo o Ministério da Justiça, 81 ficaram feridas.

Segundo informações da empresa que explora o metropolitano, a STIB, avançadas cerca da mesma hora, 20 pessoas morreram na estação de metro, Segundo o presidente da câmara de Bruxelas, 106 pessoas ficaram feridas em Maelbeek, 17 das quais estão em estado grave.

Duas explosões registaram-se hoje de manhã, cerca das 08:00 locais (07:00 em Lisboa), no aeroporto de Zaventem e uma terceira, cerca de uma hora mais tarde, na estação de metro de Maelbeek, perto das instituições europeias.

As três explosões foram qualificadas pelas autoridades belgas como atentados terroristas.

Lusa

  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta esta terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • O preconceito em relação aos transexuais
    34:09
  • "Isto destrói famílias"
    0:46
  • Falta de gado ameaça produção do queijo da Serra da Estrela
    3:35

    País

    A devastação provocada pelos últimos incêndios foi um rude golpe na economia da região Centro do país. Algumas empresas já começaram os trabalhos de reconstrução, mas os produtores de gado temem não conseguir repôr os animais, deixando em risco a produção do queijo Serra da Estrela.

  • Eurodeputados homenageiam vítimas dos fogos
    1:38

    País

    A União Europeia vai doar os 50 mil euros do prémio Princesa das Astúrias às populações afetadas pelos incêndios em Portugal e Espanha. A Comissão Europeia continua a avaliar o pedido ao Fundo Europeu de Solidariedade, mas o pedido deverá ainda ser atualizado para incluir os prejuízos causados pelos incêndios da semana passada.

  • Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado debates com as bases do PSD
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado a realização de debates com as bases do partido. Fernando Negrão, responsável pela candidatura de Santana Lopes à presidência do PSD, já tinha advertido em comunicado que a posição de Rui Rio poderia também inviabilizar quaisquer outros frente a frente, incluindo os organizados pela comunicação social. Santana Lopes está na Guarda, no primeiro jantar com apoiantes desde que anunciou a candidatura.