sicnot

Perfil

Mundo

Confirmado primeiro caso do vírus Zika na Coreia do Sul

As autoridades de saúde da Coreia do Sul confirmaram hoje a deteção do primeiro caso de zika no país desde o surto epidémico no continente americano. Trata-se de um homem de 43 anos que tinha viajado para o Brasil entre meados de fevereiro e início de março, informaram os Centros para o Controlo e Prevenção da Doença de Seul, em comunicado.

Jeffrey Arguedas

O infetado sul-coreano foi submetido a quarentena e recebe agora tratamento no hospital de Gwangju, cidade no sudoeste do país, a 330 quilómetros de Seul.

As autoridades sul-coreanas estão a investigar os movimentos do paciente desde que regressou à Coreia do Sul no passado dia 11 de março, de modo a assegurar que não contagiou outras pessoas.

O primeiro caso de zika na Coreia do Sul gerou preocupação, já que, no ano passado, o Síndrome Respiratório do Médio Oriente, o novo coronavírus, causou a morte de 38 pessoas e levou a quebras no turismo e no consumo do país.

Hoje, em Genebra, a diretora-geral da Organização Mundial de Saúde, Margaret Chan, vai revelar os últimos dados da epidemia na América Latina, os desenvolvimentos científicos e os melhores métodos para combater o mosquito que transmite o vírus.

Até à data, 31 países da América Latina detetaram a transmissão local do vírus, sendo o Brasil o país mais afetado.

O Brasil é também, por agora, o único país a detetar uma multiplicação por dez dos casos de microcefalia em recém-nascidos, uma causa-efeito que ainda não foi cientificamente provada.

Lusa

  • Descida da TSU inconstitucional?
    2:37

    TSU

    Especialistas ouvidos pela SIC põem em causa a constitucionalidade da descida da Taxa Social Única dos patrões, como contrapartida pelo aumento do salário mínimo. Como se trata de um imposto pago pelas empresas, só o Parlamento pode decidir uma alteração nas taxas. Neste caso, o Governo decidiu sozinho.

  • Autocarro com seguranças atacado em Braga
    0:42

    Desporto

    Dois autocarros que transportavam elementos de uma empresa de segurança foram atingidos por tiros e pedras depois do jogo entre o Sporting de Braga e o Vitória de Guimarães. O ataque deu-se a poucos quilómetros do Estádio Municipal de Braga. A PSP e a PJ estiveram no local a recolher provas.