sicnot

Perfil

Mundo

Líder da Coreia do Norte supervisionou lançamento de rockets

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, inspecionou os disparos de teste realizados com o novo lançamento de 'rockets', informaram hoje os meios de comunicação de Pyongyang.

© KYODO Kyodo / Reuters

Kim assinalou que a nova arma "potenciará a capacidade do Exército Popular norte-coreano de realizar ataques mais precisos a alvos inimigos na metade sul da Coreia", segundo a agência estatal norte-coreana KCNA, que não indicou a data dos testes.

A KCNA acrescentou que o novo lançamento múltiplo de foguetes representa "o último passo" antes do início do combate real.

Os meios de comunicação oficiais de Pyongyang difundiram esta informação um dia depois de o Exército Popular ter disparado cinco mísseis de curto alcance para o mar, como resposta às sanções da ONU e às manobras militares da Coreia do Sul e dos Estados Unidos.

A Coreia do Norte já tinha disparado mísseis de curto alcance em duas ocasiões este mês, nos dias 03 e 10, e na passada sexta-feira lançou dois mísseis Rodong, de médio alcance.

O novo lançamento, na segunda-feira, foi considerado uma violação das resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas que proíbem a Coreia do Norte de disparar mísseis balísticos ou desenvolver tecnologia relacionada com estes projéteis.

Tal como os três ensaios de mísseis anteriores, o teste de segunda-feira agrava a tensão que se vive na península coreana desde que Pyongyang fez o seu quarto teste nuclear a 6 de janeiro e lançou, a 7 de fevereiro, um foguete espacial com tecnologia de mísseis de longo alcance.

Em resposta a ambas ações, o Conselho de Segurança da ONU emitiu, a princípios deste mês, a resolução 2270, que endureceu as restrições financeiras e comerciais ao país comunista com a intenção de reprimir a economia e forçar o abandono do desenvolvimento nuclear de mísseis.

Lusa

  • Coreia do Norte lança quatro mísseis de curto alcance

    Mundo

    A Coreia do Norte voltou a desafiar a comunidade internacional, ao disparar pelo menos quatro misseis de curto alcance. A ação desta madrugada foi confirmada pelas autoridades da Coreia do Sul, que dizem que os projécteis caíram no mar, ao largo da costa leste da península.

  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Pescador resgatado de um lago gelado na Estónia
    1:08
  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.