sicnot

Perfil

Mundo

Líder da Coreia do Norte supervisionou lançamento de rockets

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, inspecionou os disparos de teste realizados com o novo lançamento de 'rockets', informaram hoje os meios de comunicação de Pyongyang.

© KYODO Kyodo / Reuters

Kim assinalou que a nova arma "potenciará a capacidade do Exército Popular norte-coreano de realizar ataques mais precisos a alvos inimigos na metade sul da Coreia", segundo a agência estatal norte-coreana KCNA, que não indicou a data dos testes.

A KCNA acrescentou que o novo lançamento múltiplo de foguetes representa "o último passo" antes do início do combate real.

Os meios de comunicação oficiais de Pyongyang difundiram esta informação um dia depois de o Exército Popular ter disparado cinco mísseis de curto alcance para o mar, como resposta às sanções da ONU e às manobras militares da Coreia do Sul e dos Estados Unidos.

A Coreia do Norte já tinha disparado mísseis de curto alcance em duas ocasiões este mês, nos dias 03 e 10, e na passada sexta-feira lançou dois mísseis Rodong, de médio alcance.

O novo lançamento, na segunda-feira, foi considerado uma violação das resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas que proíbem a Coreia do Norte de disparar mísseis balísticos ou desenvolver tecnologia relacionada com estes projéteis.

Tal como os três ensaios de mísseis anteriores, o teste de segunda-feira agrava a tensão que se vive na península coreana desde que Pyongyang fez o seu quarto teste nuclear a 6 de janeiro e lançou, a 7 de fevereiro, um foguete espacial com tecnologia de mísseis de longo alcance.

Em resposta a ambas ações, o Conselho de Segurança da ONU emitiu, a princípios deste mês, a resolução 2270, que endureceu as restrições financeiras e comerciais ao país comunista com a intenção de reprimir a economia e forçar o abandono do desenvolvimento nuclear de mísseis.

Lusa

  • Coreia do Norte lança quatro mísseis de curto alcance

    Mundo

    A Coreia do Norte voltou a desafiar a comunidade internacional, ao disparar pelo menos quatro misseis de curto alcance. A ação desta madrugada foi confirmada pelas autoridades da Coreia do Sul, que dizem que os projécteis caíram no mar, ao largo da costa leste da península.

  • E agora?
    15:07

    Reportagem Especial

    Há uma semana, Portugal voltou a ser palco de uma tragédia que matou pelo menos 44 pessoas e deixou cerca de 70 feridas. Os incêndios destruíram mais de 800 casas, dezenas de empresas e explorações agropecuárias, mataram milhares de animais e consumiram uma gigantesca área de floresta. A reportagem da SIC andou pelo concelho de Tondela, onde três pessoas morreram e o levantamento de prejuízos ainda não está fechado.

  • "Sinto-me como quem leva uma sova monumental"
    0:30
  • Temperaturas vão subir até 4ª feira

    País

    As temperaturas vão subir até esta quarta-feira, prevendo-se máximas entre os 22 e os 29 graus na generalidade do território, valores acima do normal para a época do ano, adiantou hoje a meteorologista Maria João Frada.

  • "Não compreendi absolutamente nada a substituição do Casillas"
    1:58
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    Os guarda-redes de FC Porto e Benfica estão neste momento em destaque depois de José Sá ter assumido a baliza dos dragões em detrimento de Iker Casillas. Nas águias, Svilar repetiu a titularidade frente ao Desportivo das Aves. Os comentadores do programa Play-Off Rodolfo Rei, Rui Santos, João Alves e Manuel Fernandes analisaram as duas situações.

  • Famílias afetadas pelos fogos começam a receber bens de primeira necessidade
    2:30
  • Equipa responsável por renovação da Proteção Civil ainda não é conhecida
    2:45

    País

    A constituição da unidade de missão que deverá entrar esta segunda-feira em funções para concretizar a reforma dos sistemas de prevenção e combate a incêndios ainda não é conhecida. A equipa de trabalho anunciada por António Costa será responsável por pôr de pé o novo sistema de Proteção Civil, aprovado no Conselho de Ministros extraordinário de sábado.

  • "Quero unir o PSD depois de o clarificar"
    1:17
  • Quem são os lesados do BES?
    4:52