sicnot

Perfil

Mundo

Polícia brasileira procura portugueses em fuga por associação criminosa

A polícia brasileira está a tentar deter três portugueses ligados a um grupo suspeito de associação criminosa e estelionato (crime semelhante à burla), disse hoje à agência Lusa uma fonte policial.

© Sergio Moraes / Reuters

Os três cidadãos estão ligados aos onze portugueses que se encontram detidos preventivamente o Brasil por suspeita de associação criminosa, precisou a mesma fonte.

"Temos três mandados de prisão para serem cumpridos, e ficou demonstrado nas investigações que faziam parte do mesmo grupo", respondeu à Lusa Jeferson Lisboa, coordenador da Coordenação de Repressão aos Crimes contra o Consumidor, à Ordem Tributária e a Fraudes (CORF), da Polícia Civil do Distrito Federal.

A mesma fonte adiantou que existem ainda "outras pessoas que estão foragidas, que também faziam parte do mesmo grupo", mas não adiantou quantas.

Para estes casos, "ainda não foram decretadas as prisões", esclareceu.

Os onze portugueses que se encontram detidos preventivamente, por risco de fuga, "simulavam que estavam a fechar um 'stand' e a regressar à Europa.

Afirmavam que "o imposto seria muito alto para regressar com os produtos" e tentavam vender aquilo que diziam ser "mercadorias a preço de custo", segundo a polícia.

Os detidos, que podem ser condenados a uma pena de até oito anos de prisão, ofereciam produtos falsificados, como perfumes importados, blusões de cabedal e faqueiros, que, na verdade, eram comprados no Estado de São Paulo e tinham um lucro superior a 90 por cento.

Questionado sobre se existiu algum contacto com autoridades portuguesas relativamente aos foragidos, Jeferson Lisboa respondeu que não, recusando-se a detalhar mais factos sobre o caso, sob pena de atrapalhar a investigação policial.

Lusa

  • "Não partilhei SMS com ninguém"
    0:43

    Caso CGD

    António Domingues afirma que nunca revelou o conteúdo das mensagens trocadas com o ministro das Finanças sobre a entrega das declarações de património ao Tribunal Constitucional. O tema dos SMS foi abordado pelo ex-presidente da Caixa na sequência de uma pergunta do PCP sobre declarações feitas por António lobo Xavier no programa da SIC Notícias "Quadratura do Círculo".

  • "As regras europeias de bem estar animal são dogmas", diz diretor-geral de Veterinária
    1:32

    País

    O diretor-geral de Alimentação e Veterinária considera que as regras de bem estar animal que existem na União Europeia (UE) "parecem configurar uma transfiguração antropomórfica dos animais". Em declarações à SIC, a propósito da exportação de animais vivos para países terceiros, que têm outras regras de abate, Fernando Bernardo defendeu ainda que o método usado em Israel provoca uma insensibilização mais rápida do que o praticada na UE.

  • PAN questiona Governo sobre aposta na exportação de animais vivos para o Médio Oriente
    1:56

    País

    O partido Pessoas-Animais-Natureza lembra que à luz do Regulamento nº. 1/2005 do Conselho Europeu, os estados-membros da União Europeia (UE) devem evitar transportar animais vivos em viagens de longo curso. O deputado André Silva considera, por isso, que "o Estado português está a incumprir o regulamento" ao fomentar estas viagens, numa clara aposta económica em torno da exportação de animais vivos para Israel e outros destinos fora da UE. Para o deputado do PAN, é muito difícil ou "mesmo impossível assegurar o bem estar dos animais" em viagens de vários dias.

  • Trump pensou que presidência "seria mais fácil"

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos Donald Trump afirmou que a Presidência é mais difícil do que pensava e que tem saudades da vida que levava antes, em entrevistas a propósito dos primeiros 100 dias em funções.