sicnot

Perfil

Mundo

ONU anuncia acordo de cessar-fogo no Iémen e reinício das conservações de paz

O enviado especial da ONU no Iémen anunciou hoje um acordo entre os beligerantes para um cessar-fogo a partir da meia-noite de 10 de abril e o recomeço das negociações de paz para 18 de abril no Koweit.

2. Iémen: 54,8 armas por 100 residentes.

2. Iémen: 54,8 armas por 100 residentes.

© Khaled Abdullah Ali Al Mahdi

"Após longas consultas com as distintas partes, cumpre-me anunciar o acordo para que termine a violência e o início de um período de negociação com o objetivo de conseguir a paz e o restabelecimento de um diálogo político no país", afirmou Ismail Ould Cheikh em conferência de imprensa.

O enviado especial da ONU assinalou que "a guerra no Iémen deve terminar antes que provoque um dano irreparável no país e na região".

"A negociação de paz procurará um acordo que ponha fim ao conflito e permita o regresso ao diálogo político inclusivo em conformidade com as resoluções da ONU, incluindo a resolução 2216", acrescentou.

Ould Cheikh lamentou as "incalculáveis" consequências do conflito para a população civil e assegurou aos jornalistas ter recebido "garantias" das partes sobre o fim da violência a partir de 10 de abril, e que as conversações serão iniciadas "de boa-fé" no Koweit, o local acordado.

A resolução 2216 estipula designadamente que os rebeldes 'huthis' se retirem dos territórios que passaram a controlar.

A guerra do Iémen intensificou.se na sequência da intervenção em março de 2015 de uma coligação árabe liderada pela Arábia Saudita em apoio ao governo do presidente iemenita Abdrabuh Mansur Hadi, contra os rebeldes 'huthis'.

A última sessão de conversações entre o governo iemenita e os rebeldes, apoiados pelo Irão, decorreu entre 15 e 20 de dezembro de 2015 na Suíça sob mediação da ONU.

A guerra no Iémen provocou perto de 6.300 mortos, cerca de metade civis, segundo a ONU. Os rebeldes 'huthis' controlam a capital Sanaa e largas faixas de território no norte do país.

Lusa

  • Cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se em Lisboa
    3:55

    Economia

    Perto de cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se esta sexta-feira, em Lisboa. Os números são avançados pelos sindicatos. Os trabalhadores contestam a transferência de funcionários para empresas parceiras da Altice e outras empresas do grupo, sem as mesmas garantias e direitos. A Altice garante que as transferências são legais mas alguns funcionários já levaram o caso a tribunal.

  • Uma viagem aérea pela Lagoa Negra
    1:02
  • Videovigilância regista impacto de sismo na Grécia

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6.7 atingiu na quinta-feira o mar Egeu e causou pelo menos dois mortos e mais de 200 feridos. O momento e o impacto causado pelo abalo foram registados através de uma câmara de videovigilância de um café, na ilha grega de Kos, um dos locais mais afetados.

  • A sátira a Sean Spicer no Saturday Night Live
    1:36

    Mundo

    O estilo de Sean Spicer foi controverso desde o início. A relação conflituosa do ex-assessor da Casa Branca com os jornalistas foi muitas vezes satirizada na comunicação social. Um exemplo é um momento do Saturday Night Live, protagonizado pela atriz Meliissa McCarthy.

  • Músico indiano toca guitarra durante cirurgia ao cérebro

    Mundo

    Abhishek Prasad foi submetido a uma cirurgia ao cérebro esta quinta-feira, num hospital na cidade indiana de Bangalore, após anos e anos a sofrer de dolorosos espasmos nas mãos. O insólito do caso foi que o músico indiano teve de tocar guitarra para ajudar os médicos durante a intervenção cirúrgica.