sicnot

Perfil

Mundo

Primeiro-ministro belga cancela visita à China

O primeiro-ministro belga, Charles Michel, cancelou a visita oficial à China prevista para esta semana, após os atentados de terça-feira em Bruxelas, anunciou hoje uma porta-voz do ministério dos Negócios Estrangeiros chinês.

Primeiro-ministro belga, Charles Michel

Primeiro-ministro belga, Charles Michel

© Francois Lenoir / Reuters


Hua Chunying assinalou em conferência de imprensa que o Governo chinês "entende" que Michel tenha suspendido esta viagem, durante a qual deveria participar na quinta-feira no Fórum Boao (considerado o "Davos asiático").

Além disso, o primeiro-ministro belga tinha previsto visitar Pequim, na sexta-feira, a convite do seu homólogo chinês, Li Keqiang.

"Permaneceremos em contacto com a parte belga", acrescentou a porta-voz chinesa, que reiterou ainda a condenação de Pequim aos ataques perpetuados no aeroporto de Zaventem, em Bruxelas, e uma estação de metro da mesma cidade.

Segundos os últimos dados, os atentados causaram pelo menos 30 mortos e cerca de 230 feridos.

  • O primeiro eclipse solar do ano
    0:57
  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16