sicnot

Perfil

Mundo

Coreia do Norte testou com sucesso míssil com combustível sólido

A Coreia do Norte assegurou hoje ter levado a cabo com êxito um teste de lançamento de um rocket com combustível sólido, o que representaria um avanço no seu programa de mísseis num momento de tensão militar na região.

Uma nova foto do líder norte-coreano, divulgada pela KCNA

Uma nova foto do líder norte-coreano, divulgada pela KCNA

© KCNA KCNA / Reuters

Este feito ajudará o país a "inspirar grande horror e terror no coração dos inimigos", afirmou o líder Kim Jong-un, que felicitou os cientistas do seu país, durante a sua visita ao local do teste, segundo informou a agência estatal norte-coreana KCNA.

A agência oficial assegurou que os resultados do ensaio coincidiram com os valores previamente estimados e "estão totalmente em linha com todos os indicadores científicos e tecnológicos".

O êxito do teste de rockets com combustível sólido "é de grande importância histórica e estratégica" e servirá para "reforçar notavelmente a capacidade militar" do país, segundo a KCNA.

O combustível sólido permite, segundo especialistas, abastecer os projéteis mais rapidamente e mantê-los armazenados e prontos para disparar durante longos períodos, ao contrário do combustível líquido.

A nova ameaça surge num momento de tensão depois de a Coreia do Norte ter levado a cabo o seu quarto teste nuclear no início de janeiro e realizado um lançamento de um rocket espacial em fevereiro, considerado um ensaio de mísseis encoberto.

Em resposta, o Conselho de Segurança da ONU impôs fortes sanções financeiras e comercias ao país, enquanto os Estados Unidos, a Coreia do Sul e o Japão ditaram medidas punitivas adicionais de forma unilateral.

Alem disso, Seul e Washington realizam até ao final de abril, em território sul-coreano, manobras militares de grande escala, consideradas um "ensaio de invasão" pela Coreia do Norte.

Em reação, o regime de Kim Jong-un emitiu várias ameaças de guerra e realizou vários lançamentos para o mar de mísseis de curto e médio alcance.

Lusa

  • Turistas chegam a esperar 2 horas no controlo de passaporte do Aeroporto de Lisboa
    2:35

    País

    Chegar ao Aeroporto de Lisboa pode ser uma dor de cabeça para centenas de passageiros. A espera para o controlo de passaporte chegou a ultrapassar as duas horas nos meses de fevereiro e março. Manuela Niza, do Sindicato dos Funcionários do Serviços de Estrangeiros e Fronteiras, diz que têm sido contratados inspetores que depois são desviados para outros serviços.

  • Hasta pública de madeira ardida rendeu 2,85 milhões de euros

    País

    Mais de meia centena de lotes de madeira ardida proveniente de matas nacionais e perímetros florestais geridos pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) foram esta quinta-feira vendidos por 2,85 milhões de euros, numa hasta pública em Viseu.

  • "Dinheiro gasto em contentores dava para construir outro hospital" no Porto
    1:40

    País

    A bastonária dos Enfermeiros pede uma investigação aos contratos de contentores no Hospital de São João, no Porto. Ana Rita Cavaco diz que os "milhares de euros" já gastos na contratação e manutenção dos contentores da Pediatria e outros serviços do centro Hospitalar de São João davam para construir um novo hospital. E levanta ainda a suspeita sobre a empresa contratada.