sicnot

Perfil

Mundo

Ministros reúnem-se para discutir segurança europeia

Os ministros da Justiça e da Administração Interna reúnem-se hoje em Bruxelas para discutir a segurança europeia. Um conselho extraordinário onde se pretende adoptar uma declaração conjunta de "clara condenação dos atentados terroristas" desta semana.

Alastair Grant

Após os atentados em Bruxelas, que provocaram pelo menos 31 mortos e 300 feridos, a presidência semestral holandesa da União Europeia anunciou a realização de uma reunião dos "ministros da Justiça e Administração Interna e representantes das instituições da UE".

Este conselho extraordinário de Justiça e Assuntos Internos tem como ponto de agenda a adoção de uma declaração conjunta de "clara condenação dos atentados terroristas" de Bruxelas.

Portugal vai estar representado pelas ministras da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, e da Justiça, Francisca van Dunem.

Em comunicado, as duas ministras portuguesas anunciaram que vai ser feito um ponto de situação das medidas adotadas após os atentados de Bruxelas, com vista "à proteção e à segurança dos cidadãos europeus, incluindo ao nível dos procedimentos de troca de informações e de incremento da cooperação entre as forças e serviços de segurança competentes".

"Vamos discutir a situação da ameaça terrorista na Europa e reação da União Europeia a essa ameaça", disse, na quarta-feira, a ministra da Administração Interna portuguesa.

Também na quarta-feira, o comissário europeu para os Assuntos Internos, Dimitris Avramopoulos, apelou para uma maior cooperação entre os países da UE no combate ao terrorismo.

O comissário defendeu o reforço da Europol, o serviço europeu de polícia que ajuda as autoridades policiais nacionais a combater a criminalidade internacional e o terrorismo.

Pelo menos 31 pessoas morreram nas duas explosões no aeroporto de Zaventem e na estação de metropolitano de Maelbeek, em pleno "bairro europeu".

O número de feridos foi revisto na quarta-feira para 300, incluindo pelo menos 21 pessoas com passaporte português.

Os atentados foram reivindicados pelo Daesh (acrónimo árabe do autoproclamado Estado Islâmico).

Com Lusa

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.