sicnot

Perfil

Mundo

Mulher impedida de entrar na Nova Zelândia por ter limões nas calças

Uma mulher que viajou para a Nova Zelândia com seis limões escondidos nas calças foi obrigada a regressar a Hong Kong, depois de cães farejadores terem detetado os citrinos, informaram hoje meios de comunicação social locais.

O incidente aconteceu na segunda-feira no aeroporto de Auckland, tendo a mulher alegado que precisava dos limões para um remédio caseiro para o fígado.

O incidente aconteceu na segunda-feira no aeroporto de Auckland, tendo a mulher alegado que precisava dos limões para um remédio caseiro para o fígado.

© Nigel Marple / Reuters

O incidente aconteceu na segunda-feira no aeroporto de Auckland, tendo a mulher alegado que precisava dos limões para um remédio caseiro para o fígado.

Os agentes aduaneiros não ficaram impressionados com a história, afirmando que o transporte de limões para a Nova Zelândia é proibido pelas leis do país que visam proteger a produção doméstica. A mulher foi obrigada a regressar a casa no voo imediatamente disponível.

"A sua desculpa era que os limões eram bons para o seu fígado e outras doenças", disse Craig Hughes, porta-voz do Ministério das Indústrias Primárias.

"Isso pode ser verdade, mas não justifica prejudicar a indústria de horticultura da Nova Zelândia, ao introduzir ilegalmente fruta que pode causar pragas ou doenças", disse.

Não é a primeira vez que as autoridades da Nova Zelândia detetam passageiros a tentarem introduzir fauna e flora ilícita no país.

Em 2013, um cidadão do Vietname tentou entrar no aeroporto de Hong Kong com um peixe nas calças e foi detetado quando começou a deitar água dos bolsos.

Lusa

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.