sicnot

Perfil

Mundo

Autoridades francesas vão averiguar se veículo podia transportar 13 pessoas

O procurador público de Moulins afirmou hoje que as autoridades vão averiguar se a carrinha envolvida no acidente ocorrido na quinta-feira à noite perto de Lyon, França, tinha condições para transportar 13 pessoas.

Dos 13 ocupantes do veículo, 12 morreram e todos tinham nacionalidade portuguesa.

"Temos de ver se a carrinha estava equipada para transportar 13 pessoas", indicou o procurador de Moulins, numa conferência de imprensa, citado pelo jornal local lamontagne.

Os doze portugueses, com idades entre os 7 e os 63 anos, morreram na sequência de um choque frontal entre a carrinha em que seguiam e um veículo pesado. A carrinha desviou-se para a faixa contrária e colidiu de frente com o camião.

O veículo em que seguiam os portugueses saiu da Suíça por volta das 21:00 de quinta-feira e teria como destino a Portugal. O acidente ocorreu por volta das 23:45 na estrada nacional 79, perto de Lyon, na localidade de Moulins.

Lusa

  • Portugueses mortos em acidente vinham passar a Páscoa a Portugal
    2:40

    Mundo

    A viagem dos 12 portugueses de Lausanne, na Suíça, acabou em tragédia. Vinham para Coimbra passar a Páscoa, quando o autocarro em que seguiam bateu de frente num camião que seguia em sentido contrário. O acidente ocorreu já perto de Lyon, em França. Entre as vítimas mortais está uma menina com sete anos. O condutor, de 19 anos, é português e sobreviveu ao acidente.

  • Protestos e violência no Rio de Janeiro
    1:08
  • Marcelo diz que a Europa precisa de paixão
    2:36
  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.