sicnot

Perfil

Mundo

Daesh reivindica atentados no Iémen

O grupo extremista autodenominado Estado Islâmico reivindicou a autoria dos três ataques suicidas que fizeram hoje 22 mortes, no Iémen, afirmando que foi um "ataque contra uma base da coligação" árabe.

A agência Amaq, ligada ao grupo, disse que os combatentes do chamado Estado Islâmico "lançaram três operações mártires e um ataque contra uma base da coligação (árabe, sob comando saudita) em Aden", acrescentando que mataram pelo menos 27 pessoas.

Um responsável da segurança tinha indicado antes que os atentados provocaram 22 vítimas mortais, entre as quais dez civis.

Os ataques de hoje foram cometidos contra pontos de controlo das autoridades leais ao governo, reconhecido pela comunidade internacional, refere a agência de notícias AFP.

Lusa

  • "É preciso despartidarizar o sistema de Proteção Civil", diz Duarte Caldeira
    2:47
  • Homem morreu ao tentar salvar animais das chamas
    2:30
  • Arcebispo de Braga pede responsabilidades pelos incêndios
    1:40

    País

    Braga também sofreu um dos mais violentos incêndios dos últimos anos. O fogo descontrolado atravessou várias freguesias e destruiu duas empresas. A igreja, pela voz do arcebispo de Braga, pede ação e o apuramento de responsabilidades, face a esta calamidade.

  • "Estou a ficar sem água, vai ser um trabalho inglório"
    1:06