sicnot

Perfil

Mundo

Doze portugueses mortos em acidente em França

Doze portugueses morreram num acidente rodoviário em França esta noite. As vítimas têm "em princípio" idades compreendidas entre 7 e 63 anos.

Uma criança de sete anos está entre os 12 portugueses que morreram num acidente rodoviário em França, na noite de quinta-feira, confirmou à agência Lusa o Consulado de Portugal em Paris.

"São 12 mortos, em princípio, com idades entre os sete e 63 anos", disse a mesma fonte consular, acrescentando que "11 dos portugueses já foram identificados e são todos residentes na Suíça".

"Resta-nos ainda identificar apenas uma pessoas", disse a fonte.

As vítimas morreram na sequência um choque frontal entre a carrinha em que seguiam e um veículo pesado, onde estavam dois condutores italianos que sobreviveram. A carrinha desviou-se para a faixa contrária e colidiu de frente com o camião.

O veículo em que seguiam os portugueses saiu da Suíça por volta das 21:00 de quinta-feira e teria como destino Portugal. O acidente ocorreu por volta das 23:45 na estrada nacional 79, perto de Lyon, em Moulin, no departamento de Allier, no centro de França, adiantou a mesma fonte.

"Os 12 passageiros do minibus (mini-autocarro) , que eram todos portugueses, estão mortos", indicaram as autoridades locais, em comunicado citado pela agência AFP.

O condutor da carrinha envolvida no choque frontal com um camião esta noite em França, que resultou na morte de 12 portugueses, sobreviveu ao acidente e não acusou álcool no sangue, disse fonte judiciária à agência France Press.

Um edifício camarário estava a ser usado como morgue temporária.

Uma linha telefónica foi criada pelo município de Allier com o número (0033) 0811 00 06 03.

Última atualização às 9:57

Com Lusa

  • Autocarro com seguranças atacado em Braga
    0:42

    Desporto

    Dois autocarros que transportavam elementos de uma empresa de segurança foram atingidos por tiros e pedras depois do jogo entre o Sporting de Braga e o Vitória de Guimarães. O ataque deu-se a poucos quilómetros do Estádio Municipal de Braga. A PSP e a PJ estiveram no local a recolher provas.