sicnot

Perfil

Mundo

Exército da Coreia do Norte simula ataque ao Governo sul-coreano

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, supervisionou um simulacro de ataque armado a instituições governamentais da Coreia do Sul e fez novas ameaças militares ao país vizinho, informou hoje a agência de notícias KCNA.

Kim Jong-un, líder supremo da Coreia do Norte.

Kim Jong-un, líder supremo da Coreia do Norte.

© KCNA KCNA / Reuters

O jovem ditador dirigiu o exército com fogo real, simulando "fazer explodir Cheongwadae (a Casa Azul presidencial) e os órgãos reacionários em Seul" com os disparos de "mais de uma centena de peças de artilharia de longo alcance", indicou a KCNA em comunicado.

"Os canhões de artilharia abriram fogo com um ruído ensurdecedor, atingindo fortemente os alvos imaginários: Cheongwadae e as máquinas de poder de Seul", descreve a agência.

Após o simulacro, Kim Jong-un felicitou as tropas, instando-as a "avançar para conseguir atingir o objetivo histórico da reunificação nacional enquanto recebia ordem para atacar".

A nova ofensiva chega dois dias depois de uma ameaça de ataque militar à Casa Azul, residência da Presidente Park Geun-hye.

Em resposta, a chefe de Estado sul-coreana ordenou, na quinta-feira, ao Governo que aumentasse o nível de vigilância e pediu às Forças Armadas para se prepararem para responder "de maneira agressiva" a qualquer ação armada do país vizinho.

As Coreias vivem um momento de tensão depois de a Coreia do Norte ter feito o seu quarto teste nuclear no início de janeiro e lançado um 'rocket' espacial em fevereiro, considerado um ensaio de mísseis encoberto.

Em resposta, o Conselho de Segurança da ONU impôs fortes sanções financeiras e comercias ao país, enquanto os Estados Unidos, a Coreia do Sul e o Japão ditaram medidas punitivas adicionais de forma unilateral.

Alem disso, Seul e Washington realizam até ao final de abril, em território sul-coreano, manobras militares de grande escala, consideradas um "ensaio de invasão" pela Coreia do Norte.

Em reação, o regime de Kim Jong-un emitiu várias ameaças de guerra e realizou vários lançamentos para o mar de mísseis de curto e médio alcance.

Lusa

  • As alterações na carta de condução que ajudam a poupar
    6:16
  • George H. Bush nos cuidados intensivos e mulher também hospitalizada

    Mundo

    O antigo Presidente dos Estados Unidos da América e a sua mulher estão hospitalizados em Houston, no Texas. George H. W. Bush foi admitido no sábado, devido a um problema respiratório derivado de pneumonia, enquanto Barbara Bush entrou esta quarta-feira no hospital, por sintomas de fadiga e tosse.

  • Nevão provocou corte de energia no centro dos EUA
    1:37

    Mundo

    Uma tempestade de neve no centro dos Estados Unidos da América provocou cortes no abastecimento de eletricidade, atrasos em voos e dificuldades na circulação rodoviária. Em Espanha, a descida das temperaturas levou à emissão de avisos em 30 províncias de norte a sul do país e deixou 27.700 alunos sem aulas em Valência.

  • Cadela sobrevive após engolir faca de cozinha

    Mundo

    Na Escócia, uma história de sobrevivência, no mínimo, bicuda. Uma cadela engoliu uma faca de cozinha com mais de 20 centímetros, manteve-a dentro de si durante algumas semanas mas sobreviveu, depois de ser operada de urgência..