sicnot

Perfil

Mundo

Suspeito terrorista detido em Paris foi condenado em julho com líder de ataques

O suspeito de planear um ataque em França preso na quinta-feira à noite perto de Paris tinha já sido condenado na Bélgica, em julho, juntamente com Abdelhamid Abaaoud, o líder dos ataques de novembro na capital francesa.

© Gonzalo Fuentes / Reuters

Segundo revelaram hoje fontes policiais, o homem, identificado como Reda K., foi condenado à revelia em Bruxelas por fazer parte de uma rede de jihadistas que planeavam ir para a Síria, disseram as fontes.

Reda K., de nacionalidade francesa, foi preso em Argenteuil, noroeste de Paris, na noite de quinta-feira com uma pequena quantidade de explosivos.

O Ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, revelou que Reda K. era suspeito de "estar envolvido no plano a alto nível".

"Ele pertence a uma rede terrorista que procurou atingir o nosso país", disse Bernard Cazeneuve, admitindo contudo não haver "provas tangíveis que relacionem esse plano com os ataques ocorridos em Paris ou em Bruxelas".

O ministro acrescentou que o suspeito esteve sob vigilância "durante várias semanas" e que a prisão foi também resultado da "cooperação estreita e permanente entre os serviços europeus".

A prisão surge dois dias depois de 31 pessoas terem sido mortas em ataques suicidas no aeroporto e no metro de Bruxelas, colocando os serviços de segurança de toda a Europa em alerta máximo.

Lusa

  • "Quem não deve não teme"

    Football Leaks

    O futebolista português Cristiano Ronaldo, questionado sobre a sua alegada fuga ao fisco veiculada pela investigação "Football Leaks", disse que "quem não deve não teme", numa reação difundida esta quinta-feira pela rádio espanhola Onda Cero.

  • Cerca de 150 civis doentes retirados de Alepo

    Mundo

    Cerca de 150 civis, a maioria doentes ou deficientes, foram retirados na noite de quarta-feira para quinta-feira de um centro de saúde de Aleppo, na parte mais antiga da cidade tomada pelo exército sírio, anunciou a Cruz Vermelha internacional.