sicnot

Perfil

Mundo

Três soldados mortos num ataque na Turquia atribuído ao PKK

Três militares foram mortos e 22 ficaram feridos na quinta-feira à noite num ataque com um carro armadilhado contra uma esquadra da polícia na Turquia, atribuído pelas autoridades ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

Emrah Gurel

O ataque visou uma esquadra na localidade de Mermer, numa estrada que liga Diyarbakir, a maior cidade do sudeste da Turquia, de maioria curda, a Bingöl.

Os atacantes conduziram uma carrinha cheia de explosivos contra o edifício e abriram fogo contra os agentes.

Após mais de dois anos de cessar-fogo, o conflito curdo foi retomado no verão passado, causando várias vítimas dos dois lados e matando dezenas de civis.

Um grupo radical dissidente do PKK, os Falcões da Liberdade do Curdistão, reivindicaram dois atentados suicidas que causaram a morte de 65 pessoas e dezenas de feridos, a 17 de fevereiro e 13 de março, no centro de Ancara.

O conflito curdo já fez mais de 40 mil mortos desde 1984.

No sábado passado, um bombista suicida fez-se explodir numa rua turística de Istambul, matando quatro turistas e ferindo três dezenas de pessoas.

Este atentado foi atribuído pelas autoridades ao Daesh.

Lusa