sicnot

Perfil

Mundo

Tropas nigerianas resgatam 829 pessoas que estavam reféns do Boko Haram

As tropas nigerianas libertaram 829 pessoas mantidas reféns pelo grupo Boko Haram, depois de ter desalojado estes combatentes de várias localidades no nordeste do país, anunciou fonte militar na quinta-feira.

Bandeira do grupo Boko Haram.

Bandeira do grupo Boko Haram.

© Joe Penney / Reuters

"As nossas corajosas tropas limparam a zona de Kala Balge dos últimos terroristas do Boko Haram que aí estavam" na quinta-feira, declarou, em comunicado, o porta-voz do exército, Sani Usman.

Segundo este, os soldados "mataram 22 terroristas e limparam 'bolsas' de terroristas em Wumbi, Tunish, Tilem e Malawaji", disse, acrescentando: "As outras localidades são Makaudari, Daima, Buduli, Sadigumo, Jiwe, Sidigeri e as aldeias de Kala".

Disse também que "as tropas socorreram 309 pessoas que estavam reféns dos terroristas",

Ainda segundo o porta-voz, os militares atacaram os combatentes do Boko Haram na localidade de Kusuma e libertaram outros 520 reféns. Três membros da insurreição foram mortos e um feito prisioneiro.

As violências do Boko Haram já causaram pelo menos 17 mil mortos no norte da Nigéria, maioritariamente muçulmano, desde 2009.

Lusa

  • Bruno de Carvalho garante empenho do Sporting
    0:52

    Desporto

    Bruno de Carvalho diz que o Sporting continua empenhado apesar do momento que o clube atravessa. O presidente leonino discursou ao início da tarde no núcleo Leões da Madeira, no Funchal, onde o Sporting joga hoje com o Marítimo.

  • Cágado tratado com implante impresso em 3D
    2:26
  • Patrões não aceitam alterações ao acordo de concertação social
    2:25

    Economia

    As confederações patronais foram esta sexta-feira ao Palácio de Belém dizer ao Presidente da República que não aceitam que o Parlamento faça alterações ao acordo de concertação social. Os patrões dizem ainda ter esperança que o Parlamento não chumbe o decreto-lei que reduz a TSU das empresas com salários mínimos.