sicnot

Perfil

Mundo

Pró-russos denunciam envio de armamento da Ucrânia para a linha de conflito

As milícias pró-russas da autoproclamada república popular de Lugansk (RPL), na zona este da Ucrânia, denunciaram hoje o envio de armamento pesado para a linha de separação de forças por parte do Exército ucraniano, o que consideram uma violação do acordo de Minsk.

© Vasily Fedosenko / Reuters

Em declarações à agência de notícias RPL, citada pela EFE, o porta-voz das milícias, Andréi Marochko, disse que a Ucrânia está a aproveitar o cessar-fogo para "aumentar o potencial militar das unidades que estão destacadas na zona da chamada operação antiterrorista".

A zona a que Andréi Marochko se refere foi assim denominada por Kiev no âmbito da campanha militar contra os separatistas.

Segundo o porta-voz, na passada sexta-feira, os ucranianos colocaram seis carros de combate ao longo do rio Derkul, nas proximidades da linha de separação das duas forças.

Acrescenta que no sábado chegou à estação de Oljóvskaya, que está sob controlo dos militares ucranianos, um comboio com tanques e canhões autopropulsados.

O porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, advertiu no sábado que o atraso no cumprimento dos acordos de Minsk, pelo qual responsabilizou a Ucrânia, poderá ter "consequências irreparáveis".

"Não há progressos. Do ponto de vista da segurança, a situação na linha de separação de forças é frágil. Há uma enorme quantidade de provocações", disse Peskov à televisão russa.

Na sua opinião, a única coisa que pode salvar o processo é que "Kiev reconsidere e o presidente (da Ucrânia, Petró) Poroshenko promulgue as leis que deve promulgar e tome as decisões que deve tomar".

O porta-voz do Kremlin referia-se ao pacote de reformas políticas, em particular a descentralização da Ucrânia, que engloba os acordos de Minsk.

Kiev defende que as tais reformas poderão ser levadas a cabo assim que sejam cumpridos os aspetos militares dos acordos, em primeiro lugar, referindo-se ao restabelecimento do controlo total pela Ucrânia da fronteira com a Rússia na zona de conflito.

De acordo com as autoridades ucranianas, é através desse setor fronteiriço que os separatistas pró-russos das regiões de Lugansk e Donetsk recebem reforços e material militar.

A Ucrânia denunciou a participação de tropas regulares russas no conflito, acusação que Moscovo nega terminantemente.

O conflito na zona este da Ucrânia arrasta-se há quase dois anos e, segundo dados das Nações Unidas, provocou já mais d 9 mil mortos, entre civis e combatentes.

Lusa

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efetivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21
  • Antigos quadros da Facebook declaram-se preocupados com efeitos da rede social

    Mundo

    Alguns dos antigos quadros da empresa Facebook estão a começar a exprimir sérias dúvidas sobre a rede social que ajudaram a criar, foi noticiado. A Facebook explora "uma vulnerabilidade na psicologia humana" para criar dependência entre os seus utilizadores, afirmou o primeiro presidente da empresa, Sean Parker, num fórum público.