sicnot

Perfil

Mundo

Ex-dirigente da Blackstone acusado de fraude arrisca 40 anos prisão

Um ex-dirigente da sociedade de investimentos norte-americana Blackstone foi acusado hoje de fraude financeira num montante de 95 milhões de dólares (85 milhões de euros), anunciou o procurador federal de Manhattan, Preet Bharara, em comunicado.

© Brendan McDermid / Reuters

Segundo o texto da acusação, Andrew Caspersen, de 39 anos, utilizou fundos confiados por clientes em investimentos da sua conta pessoal, mas perdeu a maioria do capital, ao fazer más apostas no mercado das opções.

No seu comunicado, Bharara não identificou a empresa que empregava Caspersen na altura dos factos, mas a imprensa financeira norte-americana mencionou a PJT Partners. Mas a fraude teria começado antes, quando trabalhava para a Park Hill Group, uma filial da Blackstone, que esta alienou em 2013 para a PJT Parners.

Caspersen também é visado em processos levantados pela autoridade bolsista dos EUA, a SEC, na sigla em Inglês.

Segundo o procurador nova-iorquino, as ações de Caspersen teriam despertado as suspeitas deu investidor, que lhe tinha confiado dinheiro e o questionou sobre a natureza real das suas operações.

Se for condenado, arrisca uma pena de até 40 anos de prisão e uma penalização financeira de cinco milhões de dólares ou duas vezes o prejuízo provocado.

Lusa

  • Pecado da gula ameaça maior anfíbio do mundo

    Mundo

    O maior anfíbio do mundo está em sério risco de extinção. Iguaria muito apreciada no Oriente, a salamandra-gigante-da-China já praticamente desapareceu do seu habitat natural, concluiu uma pesquisa realizada durante quatro anos. Em contraste, milhões de animais são reproduzidos em cativeiro e têm como destino restaurantes de luxo.

  • Gilberto Gil cancela atuação em Israel

    Cultura

    O músico brasileiro Gilberto Gil cancelou a atuação que tinha marcada para Telavive, em Israel, no dia 4 de julho, na sequência de protestos em Gaza durante os quais o exército daquele país matou 60 palestinianos.