sicnot

Perfil

Mundo

Governo brasileiro confirma negociação com aliados após saída do PMDB

O executivo brasileiro já esperava a saída do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) da coligação de Governo e, agora, pretende fazer novos acordos com outros dos seus aliados.

Michel Temer, vice-Presidente do Brasil e líder do PMDB

Michel Temer, vice-Presidente do Brasil e líder do PMDB

© Adriano Machado / Reuters

A informação foi dada pelo ministro da chefia do Gabinete Presidencial do Brasil, Jaques Wagner, numa breve conferência de imprensa.

"Estamos conversando desde ontem [segunda-feira]com os demais partidos da coligação porque já estava clara a decisão do PMDB. Vamos fazer uma repactuação", disse.

Na prática, o Partido dos Trabalhadores (PT) está a negociar com os seus aliados a redistribuição de cerca de 600 cargos e sete ministérios, anteriormente ocupados por elementos do PMDB, precisou.

Estes lugares deverão ser ocupados por elementos ligados aos partidos que apoiam a Presidente Dilma Rousseff.

Os beneficiados serão os aliados já conhecidos, Partido Progressista (PP), partido da República (PR), Partido Social Democrático (PSD), Partido Democrático Trabalhista (PDT), Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e Partido Republicano Da Ordem Social (PROS).

A base de governo conta com 216 deputados entre os 513 membros da Câmara e 26 dos 81 membros do Senado.

Wagner informou que a redistribuição dos cargos pode ser concluída na próxima sexta-feira.

Questionado sobre a possibilidade de uma renúncia do atual vice-presidente do Brasil, Michel Temer, que também é presidente do PMDB, Wagner respondeu: "o mandato é dele [Temer]. Não cabe a mim julgar [o que fazer], cabe a ele".

Wagner indicou, porém, que a relação de Dilma Rousseff com seu vice "será educada, mas acho que está politicamente interditada".

O diretório nacional do PMDB anunciou hoje a saída da coligação de governo numa decisão tomada por aclamação.

Além de sair da coligação, o PMDB também anunciou que os ministros do partido, que atualmente ocupam sete pastas, deverão deixar o Governo imediatamente.

Lusa

  • "Fiz coisas de que me envergonho"
    2:31
  • Portugal é o segundo país da Europa com mais emigrantes
    1:39

    País

    São 2,3 milhões os portugueses que vivem no estrangeiro, ou seja, 22% da população. O último relatório do Observatório da Emigração relativo a 2015 mostra que se manteve o mesmo número de saídas de Portugal para o estrangeiro registadas no pico atingido em 2013: acima das 110 mil por ano. O Reino Unido é o principal país de destino.

  • Descoberta produção de canábis em abrigo nuclear 

    Mundo

    A polícia britânica descobriu, no sul de Inglaterra, um antigo abrigo nuclear subterrâneo adaptado à produção de canábis em grande escala. A operação levou à detenção de cinco homens e um adolescente de 15 anos. Foram também apreendidas milhares de plantas de canábis.

  • Carnaval na Almirante Reis
    2:39

    País

    Lisboa também celebra o Carnaval e esta manhã mais de três mil crianças participaram num desfile pela Avenida Almirante Reis, alunas de escolas públicas e privadas de 24 nacionalidades. Na freguesia de Arroios vivem estrangeiros de 79 nacionalidades.