sicnot

Perfil

Mundo

Governo brasileiro confirma negociação com aliados após saída do PMDB

O executivo brasileiro já esperava a saída do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) da coligação de Governo e, agora, pretende fazer novos acordos com outros dos seus aliados.

Michel Temer, vice-Presidente do Brasil e líder do PMDB

Michel Temer, vice-Presidente do Brasil e líder do PMDB

© Adriano Machado / Reuters

A informação foi dada pelo ministro da chefia do Gabinete Presidencial do Brasil, Jaques Wagner, numa breve conferência de imprensa.

"Estamos conversando desde ontem [segunda-feira]com os demais partidos da coligação porque já estava clara a decisão do PMDB. Vamos fazer uma repactuação", disse.

Na prática, o Partido dos Trabalhadores (PT) está a negociar com os seus aliados a redistribuição de cerca de 600 cargos e sete ministérios, anteriormente ocupados por elementos do PMDB, precisou.

Estes lugares deverão ser ocupados por elementos ligados aos partidos que apoiam a Presidente Dilma Rousseff.

Os beneficiados serão os aliados já conhecidos, Partido Progressista (PP), partido da República (PR), Partido Social Democrático (PSD), Partido Democrático Trabalhista (PDT), Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e Partido Republicano Da Ordem Social (PROS).

A base de governo conta com 216 deputados entre os 513 membros da Câmara e 26 dos 81 membros do Senado.

Wagner informou que a redistribuição dos cargos pode ser concluída na próxima sexta-feira.

Questionado sobre a possibilidade de uma renúncia do atual vice-presidente do Brasil, Michel Temer, que também é presidente do PMDB, Wagner respondeu: "o mandato é dele [Temer]. Não cabe a mim julgar [o que fazer], cabe a ele".

Wagner indicou, porém, que a relação de Dilma Rousseff com seu vice "será educada, mas acho que está politicamente interditada".

O diretório nacional do PMDB anunciou hoje a saída da coligação de governo numa decisão tomada por aclamação.

Além de sair da coligação, o PMDB também anunciou que os ministros do partido, que atualmente ocupam sete pastas, deverão deixar o Governo imediatamente.

Lusa

  • Apito calado este fim de semana

    Desporto

    Vários árbitros de primeira categoria estão a pedir dispensa aos jogos do próximo fim de semana. Os juízes protestam contra o que chamam de clima de intimidação e exigem mais respeito para a classe. Desconhece-se para já quantos árbitros entregaram o pedido de dispensa.

  • Administrador recebia 420 mil € por ano quando aldeamento passava dificuldades
    4:39
  • Estudante português desaparecido no mar Báltico

    País

    Um jovem português de 21 anos desapareceu na segunda-feira, dia 13 de novembro, enquanto fazia uma viagem de cruzeiro entre a cidade finlandesa de Helsínquia e a capital da Suécia, Estocolmo. As autoridades locais fizeram buscas na madrugada em que Diogo Penalva caiu ao mar Báltico, por volta das duas da manhã.

  • "Estamos vivos"
    11:41
  • Notas e moedas têm os dias contados?
    6:27
  • Paris inaugura primeiro restaurante naturista

    Mundo

    Para entrar, é preciso retirar a roupa e apenas as mulheres podem permanecer calçadas. O primeiro restaurante naturista de Paris abriu em novembro para responder a uma necessidade em França, principal destino do mundo para os praticantes de nudismo.

  • Peru faz aparição especial na Casa Branca
    1:10

    Mundo

    Os norte-americanos estão a preparar-se para o tradicional Dia de Ação de Graças, assinalado na próxima quinta-feira. O tradicional peru fez esta terça-feira uma aparição especial na sala de conferências de imprensa, na Casa Branca, em Washington. O peru é o prato tradicional no Dia de Ação de Graças, uma data de louvor a Deus, que remonta ao século XVII e que é celebrada na quarta quinta-feira de novembro, sobretudo nos Estados Unidos da América e no Canadá.

  • Sara Sampaio brilha em Xangai
    1:50