sicnot

Perfil

Mundo

Passageiros egípcios libertados, estrangeiros e tripulação permanecem sequestrados

As forças de segurança cipriotas informaram que foram libertadas pelo menos as mulheres e crianças que seguiam a bordo do avião da companhia aérea Egyptair, que aterrou hoje em Chipre depois de ter sido desviado. O aeroporto de Larnaca foi encerrado e todos os voos desviados para Paphos.Entretanto, sabe-se que o homem que sequestrou o avião da Egypt Air pediu asilo ao Chipre.

Libertados alguns passageiros de avião da Egyptair

Libertados alguns passageiros de avião da Egyptair

© Yiannis Kourtoglou / Reuters

Segundo a transportadora, foram libertados todos os passageiros à exceção de pelo menos quatro estrangeiros e dos membros da tripulação.

O avião da Egyptair, que fazia um voo doméstico no Egito, entre Alexandria e o Cairo, foi desviado por piratas do ar ('hijackers') para o aeroporto de Larnaca, na costa sul de Chipre, de acordo com o Ministério da Aviação Civil egípcio e a rádio estatal cipriota.

Fonte do Ministério da Aviação Civil, citada pela agência Xinhua, indica que a bordo seguiam pelo menos dez norte-americanos e oito britânicos.

Segundo fontes da aviação civil egípcia e da companhia áerea, um homem ameaçou fazer explodir um cinto de explosivos para obrigar o piloto a desviar da rota e a aterrar em Chipre.

  • Avião da Qatar Airways aterrou na Base das Lajes devido a emergência médica

    País

    Três passageiros de um voo da companhia aérea Qatar Airways, que teve de aterrar este domingo na Terceira, nos Açores, foram assistidos no Hospital de Santo Espírito, naquela ilha. Fonte da Proteção Civil dos Açores disse que se tratou "de uma aterragem de emergência médica", depois de um passageiro se ter "sentido mal", após "alguma turbulência".

  • O último adeus a Fidel Castro
    1:59

    Fidel Castro 1926-2016

    O funeral de Fidel Castro realiza-se hoje em Santiago de Cuba, berço da revolução, numa cerimónia que encerra os nove dias de luto decretados após a morte do ex-Presidente a 25 de novembro, aos 90 anos.

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.