sicnot

Perfil

Mundo

Passageiros egípcios libertados, estrangeiros e tripulação permanecem sequestrados

As forças de segurança cipriotas informaram que foram libertadas pelo menos as mulheres e crianças que seguiam a bordo do avião da companhia aérea Egyptair, que aterrou hoje em Chipre depois de ter sido desviado. O aeroporto de Larnaca foi encerrado e todos os voos desviados para Paphos.Entretanto, sabe-se que o homem que sequestrou o avião da Egypt Air pediu asilo ao Chipre.

Libertados alguns passageiros de avião da Egyptair

Libertados alguns passageiros de avião da Egyptair

© Yiannis Kourtoglou / Reuters

Segundo a transportadora, foram libertados todos os passageiros à exceção de pelo menos quatro estrangeiros e dos membros da tripulação.

O avião da Egyptair, que fazia um voo doméstico no Egito, entre Alexandria e o Cairo, foi desviado por piratas do ar ('hijackers') para o aeroporto de Larnaca, na costa sul de Chipre, de acordo com o Ministério da Aviação Civil egípcio e a rádio estatal cipriota.

Fonte do Ministério da Aviação Civil, citada pela agência Xinhua, indica que a bordo seguiam pelo menos dez norte-americanos e oito britânicos.

Segundo fontes da aviação civil egípcia e da companhia áerea, um homem ameaçou fazer explodir um cinto de explosivos para obrigar o piloto a desviar da rota e a aterrar em Chipre.

  • A casa dos horrores
    7:57

    Mundo

    Um casal foi detido na Califórnia acusado de tortura e escravidão dos 13 filhos: o mais velho tinha 29 anos e a mais nova dois. A polícia encontrou um cenário de horror quando entrou na casa da família, depois de uma das filhas ter fugido pela janela. Crianças e jovens estavam amarrados às camas e todos estavam mal alimentados. Mas nas redes sociais, o casal Turpin divulgava imagens de uma família feliz.

  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45
  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21
  • "Mundo à Vista" no Gana
    7:38