sicnot

Perfil

Mundo

Protesto contra aumentos nos transportes na Venezuela faz dois mortos

Duas pessoas morreram e outras 12 ficaram feridas hoje na localidade venezuelana de Táchira (830 quilómetros a sudoeste de Caracas) no âmbito de protestos de estudantes contra o aumento do preço dos transportes públicos na Venezuela.

© Carlos Garcia Rawlins / Reute

Os protestos, segundo as rádios locais, ocorreram nas proximidades do Instituto de Tecnologia Agroindustrial de Los Andes.

Os alegados estudantes terão sequestrado um autocarro de passageiros, que lançaram contra um cordão policial, provocando a morte, por atropelamento, de dois funcionários da polícia e causado ainda 12 feridos, quatro deles com gravidade.

Os feridos são quatro polícias que estão internados numa clínica.

O autocarro foi depois abandonado no estacionamento daquela instituição educativa.

O preço dos transportes públicos aumentou hoje em várias localidades venezuelanas, entre elas a cidade de San Cristóbal, capital do Estado de Táchira, onde, segundo vários portugueses, se registaram vários protestos que congestionaram as principais ruas.

Os protestos congestionaram La Concórdia, uma zona onde tradicionalmente existe muita afluência de pessoas devido à atividade comercial e industrial local.

Por outro lado, registaram-se ainda protestos em vários terminais (estações) de empresas privadas de autocarros.

O aumento dos preços do transporte é exigido pelos transportadores, que se queixam do alto preço e de dificuldades para conseguir fazer a manutenção das viaturas e comprar peças de reposição.

A 17 de março último o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou um aumento dos preços dos combustíveis, passando de 0,07 bolívares para 1,00 bolívar por litro (de 0,01 euros para 0,14 euros) e o litro de gasolina normal e a gasolina de 95 octanas de 0,097 bolívares para 6,00 bolívares por litro (de 0,013 euros para 0,85 euros o litro).

O aumento dos preços dos combustíveis faz parte de medidas governamentais para combater a crise económica no país.

Lusa

  • O preconceito em relação aos transexuais
    34:09
  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura ao Governo

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta na terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • Encontrado corpo de menina posta de castigo na rua pelo pai

    Mundo

    Sherin Mathews estava desaparecida desde o dia 7 de outubro. Este domingo a polícia do estado norte-americano do Texas encontrou o corpo de uma criança que acreditam ser a menina de três anos, desaparecida depois de o pai a colocar de castigo na rua, durante a madrugada.

    SIC

  • A cadela que desistiu da CIA para ir "perseguir esquilos e coelhos"

    Mundo

    Nem todos os cães têm aptidão para combater o crime. Este é o caso de Lulu, uma cadela que estava a treinar para ser agente da CIA, mas que acabou por entrar na reforma ainda durante os treinos. Através do Twitter, a agência norte-americana anunciou na semana passada que Lulu já não iria treinar mais e que tinha sido adotada pelo agente que a treinava.

    SIC

  • A história por detrás da fotografia que correu (e impressionou) o Mundo

    Mundo

    Depois dos incêndios da semana passada na Galiza, começou a circular na internet e nas redes sociais a imagem de uma cadela que alegadamente levava a sua cria carbonizada na boca. Contudo, a cadela é na verdade macho e chama-se Jacki. Esta é a história do cão que passou os dias após os fogos a recolher animais mortos para os enterrar num campo perto de uma igreja, em Coruxo, Vigo.

    SIC