sicnot

Perfil

Mundo

Televisão egípcia divulga imagem do alegado sequestrador do avião

De acordo com a Euronews, uma televisão egípcia publicou esta é a imagem que é, alegadamente de Ibrahim Samaha, o homem que sequestrou o avião da Egypt Air esta manhã. Ao final da manhã, o ministro dos Negócios Estrangeiros cipriota veio desmentir esta informação, adiantando que o sequestrador será Seif Eldin Mustafa.

Imagem do alegado sequestrador do MS181 da Egypt Air

Imagem do alegado sequestrador do MS181 da Egypt Air

Ibrahim Samaha muniu-se de explosivos e desviou um avião que fazia um voo doméstico entre Alexandria e o Cairo com 81 pessoas a bordo.

O sequestrador terá ameaçado o piloto do aparelho e contactou a torre de controlo que deu autorização para aterrar cerca de 20 minutos depois numa zona isolada do aeroporto de Larnaca, na costa sul do Chipre.

Entre os passageiros estão oito britânicos e dez americanos.

  • 10 Minutos com Eurico Reis
    11:20

    10 Minutos

    Há quatro meses que Portugal é um dos poucos países europeus onde é possível recorrer à gestação de substituição. E há já um casal que teve luz verde para começar os tratamentos. Para um balanço, foi nosso convidado Eurico Reis, juiz desembargador e presidente do Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida, a entidade que autoriza os processos de gestação de substituição.

    Entrevista completa

  • A inédita entrevista do príncipe Harry a Barack Obama
    0:47

    Mundo

    Foi divulgado um vídeo pouco habitual, onde aparece o príncipe Harry a entrevistar Barack Obama para um programa de rádio. A conversa foi gravada em setembro, durante um evento desportivo para militares com deficiência, e será transmitida na íntegra no dia 27 de dezembro.

  • Parlamento discute utilização de animais no circo
    2:01
  • Seis meses depois da tragédia de Pedrógão Grande
    5:55

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Assinalou-se este domingo meio ano desde que o país ficou em choque com o rasto de morte e destruição causado pelos incêndios florestais na região centro. A tragédia de Pedrogão Grande foi há precisamente seis meses. Enquanto segue a reconstrução no tempo possível e com o Natal à porta, a vida prossegue, mas não voltará a ser mesma.