sicnot

Perfil

Mundo

Saida do PMDB decretou o fim de Dilma, diz oposição

Líderes da oposição brasileira afirmaram que a decisão do Partido do Movimento Democrático Brasileiro de sair da coligação de governo sinaliza que o processo de destituição (impeachment) da Presidente Dilma Rousseff será aprovado.

© Ueslei Marcelino / Reuters

O deputado Pauderney Avelino, do partido Democratas, enfatizou este ponto ao sublinhar que "o Governo está cada vez mais fragilizado e a saída do PMDB representa o seu fim".

Avelino também frisou que Dilma Rousseff perdeu "todas as condições de governar" e, diante deste facto, vai ser difícil impedir a saída de outros partidos da coligação aliada.

"Qualquer barganha que o governo possa utilizar nesta fase final não surtirá efeito", sustentou.

O Deputado Antonio Imbassahy, líder do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) na Câmara, sigla que faz a oposição mais direta ao Partido dos Trabalhadores (PT) no Brasil, também comentou que a decisão reforça o processo de destituição.

"O Governo estava em agonia e perde o principal parceiro que dá sustentação a ele", declarou.

Na página oficial do partido Solidariedade, um comunicado também apresenta declarações do deputado Paulinho da Força sobre esta nova conjuntura.

"Agora não tem jeito, o impeachment é inevitável. Não é justo e democrático os presidentes dos partidos segurarem seus deputados e os obrigarem a votar contra a vontade dos brasileiros. Devemos satisfação para nossos eleitores. A saída do PMDB e, consequentemente, de outros partidos, é o tiro de misericórdia", declarou.

Na terça-feira à tarde, membros do diretório nacional do PMDB anunciaram a saída do partido da coligação de governo em uma decisão tomada por aclamação.

Lusa

  • "Fiquei absolutamente perplexo com a escolha de Elina Fraga"
    0:43

    País

    Rogério Alves diz que ficou perplexo com a escolha de Elina Fraga para a vice-presidência do PSD. Em declarações à TSF e Diário de Notícias, o antigo bastonário da Ordem dos Advogados lembra as divergências com o governo de Passos Coelho, sobretudo em matérias de justiça.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de armas da PSP, três recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avançou este sábado que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07