sicnot

Perfil

Mundo

Satélite japonês perdido no espaço dá "sinais de vida"

O satélite Hitomi estava já dado como perdido quando falhou o combinado: comunicar para a Terra a 26 de março. Inesperadamente, ligou há dois dias para casa.

De acordo com a agência de Exploração Aeroespacial japonesa (JAXA), Hitomi foi lançado a 17 de fevereiro e deveria ter feito a primeira comunicação para Terra a 26 de março. Nesse dia, o centro norte-americano Joint Space Operations Center comunicou a existência de cinco destroços em redor do satélite. Os japoneses consideraram o satélite como perdido.

Mas a 28 de março a JAXA detetou um breve sinal vindo do aparelho e conseguiu obter imagens que mostram-no "aos tombos" pelo espaço.

"Tal indica que o satélite está de certa forma vivo, apenas incapaz de apontar a antena para Terra", explicou à New Scientist Jonathan McDowell at the Harvard-Smithsonian Center for Astrophysics, acrescentado que talvez seja possível comunicar com Hitomi.

A 29 de março a JAXA indicou que ainda conseguiu ouvir o sinal proveniente do satélite e que o aparelho provavelmente está intacto, que os destroços detetados à sua volta devem ser peças que não são essenciais.

A recuperação não será, no entanto fácil nem rápida, deverá demorar uns meses.

A missão de Hitomi consiste em observar o universo através de raios-X, investigar o nascimento de buracos negros e a origem dos raios cósmicos.

  • Rui Vitória não espera facilidades frente ao Tondela
    1:34

    Desporto

    O líder do campeonato, o Benfica, recebe este domingo o último classificado, o Tondela. Na conferência de antevisão do encontro, Rui Vitória afirmou que não espera facilidades. O treinador do Benfica falou ainda de Sebastian Coates.

  • O primeiro dia de Donald Trump na Casa Branca
    3:05
  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.