sicnot

Perfil

Mundo

Tribunal Europeu rejeita recurso da família de brasileiro morto pela polícia em Londres

O Tribunal Europeu dos Direitos do Homem concluiu que não houve irregularidades no inquérito sobre a morte de Jean Charles de Menezes, o brasileiro abatido a tiro em Londres, em 2005.

© Suzanne Plunkett / Reuters

Menezes foi morto por agentes da polícia metropolitana à paisana, alegadamente convencidos de que se tratava de um terrorista. O brasileiro levou sete tiros na cabeça, dentro de uma composição do metro de Londres.

Três anos depois, em 2008, o inquérito público que investigou as circunstâncias da morte, concluiu que a Scotland Yard não poderia ser responsabilizada criminalmente pelo incidente.

A família de Menezes decidiu no entanto contestar a decisão, com base na Convenção Europeia dos Direitos Humanos.

O tribunal de Estrasburgo rejeitou hoje o pedido, considerando que já tinha sido realizada a devida investigação sobre o caso e que as autoridades britânicas cumpriram as obrigações de que estão incumbidas. A decisão é definitiva.