sicnot

Perfil

Mundo

Bélgica vai extraditar Abdeslam para França

Em desenvolvimento

A justiça belga dedidiu hoje extraditar para França Salah Absdelam, o suspeito dos atentados de Paris que foi detido em Bruxelas.

© Eric Vidal / Reuters

Abdeslam, que segundo o seu advogado aceita a extradição e está pronto para colaborar com as autoridades francesas, foi capturado em 18 de março no bairro de Molenbeek, em Bruxelas, e encontra-se detido numa prisão de segurança máxima.

"A extradição é autorizada", indicou o Ministério Público federal belga num comunicado, recordando que Salah Abdeslam tinha manifestado vontade de ser extraditado para França.

"As autoridades belgas e francesas vão agora analisar, em conjunto, como prosseguir na execução da extradição", acrescentou a nota informativa.

O pedido para a entrega de Salah Abdeslam às autoridades francesas foi hoje avaliado na câmara do conselho do tribunal de recurso de Bruxelas, numa audiência à porta fechada.

Mas Salah Abdeslam não chegou a sair da prisão de Bruges (noroeste), onde está detido.

Um magistrado do Ministério Público federal belga deslocou-se hoje ao estabelecimento prisional de segurança máxima para ouvir o suspeito.

"Dado o consentimento explícito de Salah Abdeslam para ser entregue às autoridades francesas, ele tinha ainda de ser ouvido por um magistrado federal, em conformidade com a lei", explicou o Ministério Público.

Salah Abdeslam, um francês de origem marroquina nascido em Bruxelas há 26 anos, é o único sobrevivente do grupo de atacantes que realizaram os atentados de 13 de novembro de 2015 em Paris, que fizeram 130 mortos.

O advogado de Salah Abdeslam, Cedric Moisse, já tinha afirmado que o seu cliente aceitava a extradição.

"Salah Abdeslam quer ser entregue às autoridades francesas", afirmou Moisse, em declarações aos jornalistas em Bruxelas.

"Também posso confirmar que ele quer cooperar com as autoridades francesas", acrescentou o advogado.

Com Lusa
Última atualização às 18:28

  • Sismo abala centro de Itália

    Mundo

    A capital da Itália foi esta manhã sacudida por três sismos em apenas uma hora, de entre 5,3 e 5,7 na escala de Richter, não havendo até ao momento registo de vítimas.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Bebé nasce na Ucrânia com ADN de três pais

    Mundo

    Nasceu a 5 de janeiro, na Ucrânia, uma menina filha de um casal infértil graças à ajuda de uma nova técnica de fertilização in vitro, que conta com a colaboração de uma terceira pessoa. De acordo com o britânico The Times, os médicos utilizaram pela primeira vez um método denominado transferência pronuclear. Esta não é, contudo, a primeira vez que nasce um bebé com ADN de três progenitores.

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".