sicnot

Perfil

Mundo

Oposição sul-africana lança processo de destituição contra Presidente

O principal partido da oposição sul-africana, a Aliança Democrática (DA), anunciou hoje o lançamento de um processo de destituição contra o Presidente Jacob Zuma, reconhecido culpado pelo Tribunal Constitucional de ter violado a Lei Fundamental.

© Philimon Bulawayo / Reuters

"A decisão de hoje é muito clara: as ações do Presidente Zuma equivalente a uma grave violação da Constituição e constituem um motivo de destituição", indicou a DA num comunicado, divulgado alguns minutos após a decisão do tribunal ordenando ao chefe de Estado que reembolse uma parte dos custos de renovação da sua residência privada.

O presidente do Tribunal Constitucional da África do Sul, Mogoeng Mogoeng, considerou que Zuma não tinha feito "respeitar, nem defendido, nem seguido a Constituição" neste caso.

A mediadora da República, Thuli Madonsela, tinha exigido em 2014 que o presidente Zuma reembolsasse "uma percentagem razoável dos custos" de renovação da sua propriedade em Nkandla no país zulu.

Mogoeng disse hoje que "as reparações exigidas pela mediadora da República (encarregada de vigiar a correta utilização dos fundos públicos) são obrigatórias", adiantando que "o facto de o presidente não ter cumprido é uma violação da Constituição".

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.