sicnot

Perfil

Mundo

ONG denuncia abusos policiais e execuções na Venezuela

A organização Programa Venezuelano de Educação e Ação em Direitos Humanos (Provea) denunciou hoje que em 2015 ocorreram 20 execuções extrajudiciais de cidadãos na Venezuela.

© Carlos Eduardo Ramirez / Reut

A Organização não Governamental Provea denunciou também que houve abusos durante rusgas policiais e militares a comunidades populares e de imigrantes.

A denúncia foi feita em Washington, nos Estados Unidos, durante a apresentação do relatório "Poder sem limites", que dá conta que no ano passado ocorreram, na Venezuela, detenções arbitrárias massivas, maus-tratos a detidos, desalojamentos forçados, destruição de habitações e deportação arbitrária de cidadãos colombianos.

Alguns destes casos teriam ocorridos no âmbito da "Operação Libertação e Proteção do Povo", implementada pelo Governo venezuelano para combater grupos de criminosos que atentam contra a população venezuelana, em diversas regiões do país.

"Os venezuelanos enfrentam um dos índices de homicídios mais altos da região e precisam de ser protegidos eficazmente com urgência perante delitos violentos", explicou o diretor executivo par as Américas da Human Rights Watch, durante a apresentação do relatório da Provea.

Segundo o relatório os familiares das vítimas de "execuções extrajudiciais" ou assassinatos ilegais, queixam-se que não têm onde pedir ajuda para que sejam recompensados ou para que protejam os seus direitos fundamentais.

Para elaborar o relatório a Provea entrevistou dezenas de cidadãos de Caracas e dos Estados venezuelanos de Carabobo, Miranda, Nova Esparta, Vargas e Zúlia, e analisou declarações escritas sobre denúncias de vítimas de abusos ou testemunhas de abusos sofridos por outras pessoas.

"Nos Estados de Mérida e Táchira, foram entrevistados defensores (ativistas) de direitos humanos, que documentaram acusações de abusos, e foi consultada informações de organizações internacionais que realizaram investigações na fronteira com a Colômbia. Também examinamos fontes oficiais que incluem documentos judiciais e declarações das autoridades, assim como fotografias e vídeos", explica a Provea.

Em fevereiro, durante uma intervenção no parlamento venezuelano, a procuradora Geral da Venezuela, Luísa Ortega Díaz, confirmou que 245 pessoas foram assassinadas, em 2015, por membros de vários organismos das forças de segurança nacional.

Lusa

  • Portugal vai fechar fronteiras durante a visita do Papa

    País

    O Conselho de Ministros aprovou hoje a reposição temporária do controlo de fronteiras durante a visita do papa Francisco em maio a Fátima. A reposição do controlo de fronteiras decorrerá entre 00:00 de 10 de maio e as 00:00 de 14 de maio.

  • Castigos no Sporting são quatro infrações graves
    0:48

    Desporto

    Além da suspensão do presidente do Sporting por quase quatro meses, sabe-se agora que Bruno de Carvalho e Octávio Machado foram punidos por quatro infrações graves cada um. A informação foi avançada pela presidente da Comissão de Instrutores da Liga de Clubes, Cláudia Viana, em entrevista à SIC, Este é um excerto da entrevista que vai ser transmitida na SIC Notícias às 16:30.

    Exclusivo SIC

  • Descoberta nova espécie de tiranossauro

    Mundo

    Uma nova espécie de dinossauros predadores, um tiranossauro com uma forma incomum de evolução, foi descoberta por uma equipa internacional de cientistas, segundo um artigo científico hoje publicado pela revista Nature.

  • Juncker reprova com ironia apoio de Trump

    Brexit

    O Presidente da Comissão Europeia disse hoje com ironia que promoverá a independência do Ohio ou de Austin, no Texas, em relação aos Estados Unidos se o presidente Donald Trump continuar a incitar países europeu a seguirem o Brexit.

  • "Civis devem ser prioridade absoluta no Iraque", diz Guterres

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, chegou hoje ao Iraque para abordar a situação da ajuda humanitária, e pediu que a proteção dos civis seja a "prioridade absoluta" à medida que as forças iraquianas batalham para retomar Mossul.

  • Fomos conhecer o novo Samsung S8
    1:42