sicnot

Perfil

Mundo

Imagens de satélite mostram atividade em complexo nuclear norte-coreano

Novas imagens por satélite mostraram fumo a sair das instalações nucleares norte-coreanas de Yongbyon, publica hoje a rede especializada 38 North, que qualifica de "suspeitos" estes indícios de atividade.

http://38north.org/

As imagens, captadas nas últimas cinco semanas, mostram várias saídas de fumo no laboratório radioquímico de Yongbyon, o que constitui "uma atividade fora do comum" neste complexo considerado a principal fonte de plutónio para abastecer o programa de desenvolvimento de armas nucleares de Pyongyang.

As colunas de fumo "sugerem que está a ser levada a cabo alguma atividade significativa nesta altura ou preparativos para realizá-la em breve", refere a rede, que acrescenta que não é claro "se se trata da separação de plutónio para uso em armas nucleares".

Estes indícios vão em linha com as declarações no início de fevereiro do diretor nacional de Inteligência dos Estados Unidos, James Clapper, que estimou que a Coreia do Norte poderia obter de Yongbyon plutónio para bombas "numa questão de semanas ou meses".

Não obstante, outras imagens por satélite divulgadas no início de março mostravam que o reator nuclear de Yongbyon estava a funcionar "em baixo rendimento ou de forma intermitente", segundo analistas do Instituto para a Ciência e Segurança Internacional (ISIS).

Lusa

  • Chuva, vento, granizo e neve em 13 distritos
    1:42

    País

    Treze distritos do continente estão sob aviso amarelo devido ao mau tempo, com previsão de chuva, granizo e neve. O vento forte faz-se sentir em especial nos distritos de Beja, Faro e Setúbal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.