sicnot

Perfil

Mundo

Vice-Presidente do Brasil deixa liderança do Partido do Movimento Democrático

O vice-Presidente do Brasil, Michel Temer, anunciou hoje que vai deixar a presidência nacional do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB).

Michel Temer, vice-Presidente do Brasil.

Michel Temer, vice-Presidente do Brasil.

© Adriano Machado / Reuters

A informação foi divulgada em primeiro lugar pelo seu substituto no cargo, senador Romero Jucá, na sua conta da rede social Twitter.

"Assumi hoje pela manhã a presidência do @PMDB_Nacional. Farei um pronunciamento às 15:30 no plenário do Senado", escreveu Jucá.

A assessoria de Temer disse que "o vice-presidente se licencia para que o senador Romero Jucá tenha condições de defender o partido dos ataques que vêm sofrendo nos últimos dias".

Temer tem sido acusado de ser "oportunista" por dirigentes do Partido dos Trabalhadores (PT), que afirmam que ele articulou a saída do seu partido da coligação governamental, decidida no passado dia 29 de março, para impulsionar o processo de destituição da Presidente brasileira, Dilma Rousseff.

Publicamente o vice-Presidente também foi criticado pelo ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que num evento realizado no último final de semana em São Bernardo do Campo, São Paulo, disse que Temer precisa de aprender sobre eleições.

"Temer, você quer ser Presidente da República? Disputa a eleição, meu filho", disse Lula na ocasião.

O substituto de Temer na presidência do PMDB, Romero Jucá, é um opositor ferrenho do Governo e foi enfático ao defender a saída total dos integrantes do PMDB de cargos e ministérios.

Lusa

  • O encontro emocionado de Marcelo com a mãe de uma das vítimas dos fogos
    0:30
  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Depois de sair da autoestrada o vidro do carro ainda estava a ferver"
    2:01
  • "O fogo chegou de repente. Foi um demónio"
    2:15
  • O desabafo de um empresário que perdeu "uma vida inteira de trabalho" no fogo
    2:08
  • O testemunho emocionado de quem perdeu quase tudo
    2:10
  • As comunicações entre operacionais no combate às chamas em Viseu
    2:27
  • Houve "erros defensivos que normalmente a equipa não comete"
    0:38

    Desporto

    No final do jogo, quando questionado sobre a ausência de Casillas no onze do FC Porto, Sérgio Conceição referiu que a equipa apresentada era aquela que lhe oferecia garantias. Quanto ao jogo, o treinador portista reconheceu que a equipa cometeu vários erros defensivos.

  • "Cometemos erros e há que tentar corrigi-los"
    0:41

    Desporto

    No final do jogo em Leipzig, Iván Marcano desvalorizou a ausência de Iker Casillas e entendeu que o facto de o guarda-redes ter ficado no banco não teve impacto na equipa. Já sobre o jogo, o central espanhol garantiu que não correu da forma como os jogadores esperavam.

  • Norte-americana foi à discoteca e tornou-se princesa

    Mundo

    A história de Ariana Austin é quase como um conto de fadas moderno. A jovem vai até ao baile, onde conhece o seu príncipe. Só que a norte-americana foi a uma discoteca e, na altura, não sabia que Joel Makonnen era na verdade um príncipe da Etiópia e que casaria com ele 12 anos depois, tornando-se também ela numa princesa.