sicnot

Perfil

Mundo

Bebé morta em França tinha sido resgatada pelo tio de uma instituição em Portugal

A criança portuguesa que morreu sábado em França em circunstâncias ainda sob investigação foi resgatada de uma instituição de adoção em Portugal meses antes pelo tio, que a levou para Toulouse no sul de França, disse hoje fonte oficial.

© Stringer France / Reuters

Fonte da secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas declarou à agência Lusa que o tio é o homem do casal português, cujas identidades não foram reveladas, que cuidava de Leonardo e também irmão da mãe biológica, que o deixara para adoção em Portugal.

Segundo a fonte, a criança fora dada pela mãe para adoção e estava numa instituição quando o tio a foi buscar, levando-a para França, onde se juntou à companheira em Hers, próximo de Toulouse.

O homem, acrescentou a fonte, disse às autoridades policiais francesas que a criança teve uma "morte natural", mas as respetivas causas só serão definitivamente apuradas depois da autópsia, que deverá ser realizada em breve.

O casal português foi acusado terça-feira de homicídio de Leonardo, bebé de dois anos, em Toulouse.

Segundo o site ladepeche.fr, Leonardo foi declarado morto sábado pelos médicos de um hospital de Toulouse, para onde fora transferido com vários hematomas no dia anterior desde um moderno apartamento situado próximo de Hers.

Leonardo, cujos pais biológicos residem em Portugal, chegou ao hospital com uma paragem cardiorrespiratória, mas acabou por não resistir.

A fonte da Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas, salientando que o caso está a ser acompanhado de perto pelo Governo português, indicou à Lusa que a mulher, de 24 anos, está inscrita no consulado português em Lyon, adiantando que é natural de Paços de Ferreira.

O ladepeche.fr cita um vizinho do casal a afirmar que o jovem de dois anos sofria de problemas pulmonares, mas os exames a que foi submetido indicaram que a morte nada teve a ver com a patologia, dando ainda conta de que o bebé apresentava um hematoma subdural no revestimento externo do cérebro.

O casal compareceu segunda-feira diante de um juiz, tendo a mulher sido acusada de "homicídio voluntário de um menor de 15 anos", ficando detida, e o homem de "não-assistência a pessoa em perigo", saindo, porém, em liberdade, mas sob controlo policial.

A justiça francesa, que já assumiu o caso, indicou que, durante o fim-de-semana, foram feitas investigações para tentar perceber porque razão a criança apresentou hematomas.

O ladepeche.fr refere que, na audição, o casal português reconheceu que Leonardo "chorava muito" e que era "uma criança difícil".

A publicação francesa, porém, levanta a questão sobre se o bebé terá sido vítima de um "gesto enervado" dos que dele cuidavam, gerando também dúvidas sobre se tal, a ter acontecido, terá sido premeditado.

Lusa

  • Casal português é suspeito de ter matado um bebé em Toulouse
    1:22

    Mundo

    Em Toulouse, um casal português é suspeito de ter matado um bebé de dois anos. A criança, também de nacionalidade portuguesa, estava sob a guarda do casal. A mulher de 24 anos está indiciada por homicídio voluntário e o homem, de 29, é suspeito de não ter prestado auxílio.

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.